Brisa vai investir 64 milhões de euros em 2018

Segundo um comunicado da empresa liderada por Vasco de Mello, este montante representa um crescimento superior a 10% face a 2017.

Em 2018, a Brisa Concessão Rodoviária (BCR) prevê investir cerca de 64 milhões de euros, na modernização da sua rede de autoestradas em Portugal.
Segundo um comunicado da empresa liderada por Vasco de Mello, este montante representa um crescimento superior a 10% face a 2017.
A BCR mantém, assim, “uma política de investimento na rede de dois dígitos, e que serão destinados à realização de obras para melhoria dos níveis de serviço prestado, ao nível da segurança e conforto de quem viaja nas autoestradas”, assegura um comunicado da concessionária.
“Refira-se que a BCR é um dos principais dinamizadores do setor das obras públicas, em Portugal, com investimentos anuais superiores a 60 milhões de euros”, destaca o mesmo comunicado.
Dos investimentos previstos para 2018, a BCR salienta o alargamento da A4 – Auto-estrada Porto/Amarante, entre Águas Santas (A3/A4) e Ermesinde, e as beneficiações de pavimento dos sublanços Leiria – Pombal, na A1); entre Coimbra Norte (A1/A14) – Mealhada (A1); e entre Almada e o Fogueteiro (A2).
 
Relacionadas

“Automobilistas não podem fugir à subida”. Autarcas alentejanos criticam aumentos na A2

Os autarcas de Alcácer do Sal, Grândola e Almodôvar, três concelhos alentejanos servidos pela A2, que liga Lisboa ao Algarve, criticaram hoje o anunciado aumento das portagens nesta via, atendendo à degradação da estrada alternativa, o IC1.

Mais de um terço das portagens vai aumentar em 2018

No caso da rede principal da Brisa, quase metade das taxas de portagem cobradas pela concessionária controlada pelo Grupo José de Mello vai aumentar já a partir de segunda-feira próxima.

Brisa O&M vence a 27ª edição das 500 maiores & melhores empresas

No sector financeiro, o Santander Totta ganhou o prémio de melhor grande banco, o mais rentável, o mais sólido e o que mais cresceu, dado pela Informa D&B e pela Deloitte para a Exame, do Grupo Impresa. Nos seguros a Fidelidade ganhou o galardão de melhor grande seguradora vida e melhor grande seguradora Não Vida. Pinto Balsemão subiu ao palco para dar um prémio excelência ao dono da empresa que faz os sapatos Fly London e os da Foreva.

Tráfego nas auto-estradas da Brisa cresce 6,5% até setembro

Em comunicado hoje enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Brisa Concessão Rodoviária indicou que a A9 (Circular Regional Exterior de Lisboa – CREL) liderou o crescimento do tráfego, subindo 11% para 19.928 veículos, no período de referência.
Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários