Britânicos poderão manter cidadania europeia após o Brexit

O Parlamento europeu está a estudar uma proposta para permitir que os cidadãos britânicos possam continuar a ser cidadãos da União Europeia.

O eurodeputado Guy Verhofstadt, responsável pela negociação do Brexit em nome do Parlamento Europeu, vai propor que os britânicos possam continuar a ser tratados como cidadãos da União Europeia, informa hoje o Observador.

De acordo com o jornal, “o eurodeputado, que está a trabalhar num relatório sobre as mudanças a refletir na União Europeia com a saída do Reino Unido, que terá de apresentar ao Comité de Assuntos Constitucionais do Parlamento Europeu (PE), defendeu esta semana a ideia de que esta questão seja analisada de forma independente, dada a sua “importância”e a necessidade de apresentar soluções ainda antes de o processo de afastamento entre o Reino Unido e a UE estar concluído”.

Ainda não é claro que medidas vão fazer parte do pacote de Verhofstadt, mas a imprensa britânica refere que a “cidadania associativa” que poderá ser oferecida aos cidadãos daquele país poderá garantir-lhes a liberdade de circulação no espaço comunitário e a possibilidade de trabalhar em qualquer país da União Europeia. Também não foi especificado, para já, de que forma a burocracia europeia permitirá enquadrar este novo estatuto de cidadania europeia.

Recomendadas

Conselho de Ministros moçambicano aprova criação de fundo soberano

O Conselho de Ministros moçambicano aprovou hoje a criação do fundo soberano do país, cuja capitalização deverá arrancar com as receitas deste ano da plataforma Coral Sul, que começou a exportar gás do Rovuma há duas semanas.

Ucrânia: Alemanha garante apoio ao sector energético e entrega “mais de 350 geradores”

A Alemanha vai fornecer “mais de 350 geradores” à Ucrânia, afetada pelos ataques russos contra as suas infraestruturas de energia nas últimas semanas, divulgou hoje o porta-voz do Governo alemão.

Venezuela prepara acordos com petrolífera Chevron após alívio de sanções

A Venezuela anunciou hoje que vai assinar, nas próximas horas, acordos com a petrolífera norte-americana Chevron para impulsionar o desenvolvimento local de empresas mistas (capital público e privado) e a produção de petróleo.
Comentários