Brittney Griner libertada pela Rússia em troca de prisioneiros com os EUA

A basquetebolista norte-americana estava presa desde agosto. Os norte-americanos soltaram o negociante de armas Viktor Bout, mais conhecido como “comerciante da morte”, que esteve preso nos EUA durante 12 anos.

Brittney Griner

A Rússia libertou esta quinta-feira a basquetebolista norte-americana Brittney Griner, numa troca de prisioneiros que envolveu também o negociante de armas Viktor Bout, mais conhecido como “comerciante da morte”, que esteve preso nos EUA durante 12 anos, segundo relata o “The Guardian”.

Griner foi detida em fevereiro, após ser encontrada na posse de substâncias ilícitas. Em agosto, foi condenada a nove anos de prisão e esteve presa desde então, só agora sendo libertada. O presidente dos EUA, Joe Biden, fez da libertação da atleta uma das suas causas e mostrou-se satisfeito com os mais recentes acontecimentos.

“Está a salvo, está num avião e está a caminho de casa, depois de ter sido injustamente detida e mantida em circunstâncias intoleráveis”, sublinhou Biden. Ainda assim, o chefe de estado mostrou-se descontente por a troca de prisioneiros não incluir também Paul Whelan, que em dezembro de 2018 foi condenado por espionagem. O governo norte-americano e a família refutam tais alegações.

A mulher de Griner, Cherelle, surgiu em frente às câmaras juntamente com Joe Biden e a vice-presidente, Kamala Harris e mostrou-se “emocionada”.

Griner é jogadora de basquetebol, modalidade na qual ganhou duas medalhas olímpicas.

Recomendadas

Brasil gerou dois milhões de empregos no ano passado, menos do que em 2021

O Brasil, a maior economia da América Latina, gerou 2.037.982 empregos formais em 2022, 26,6% menos do que os criados em 2021, disse esta terça-feira o governo.

Turquia diz que é “atualmente impossível” a entrada da Suécia na NATO

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia referiu que neste momento o seu país não pode aceitar a adesão da Suécia à NATO. E não deu qualquer indicação de que Ancara tenha em vista voltar à mesa das negociações.

Tribunal espanhol determina que UEFA fica impedida de evitar Superliga

Competição que iria reunir algumas das melhores equipas do futebol europeu e mundial fica mais perto de se poder realizar. A UEFA terá feito uso da “posição de poder” para tentar impedir a realização da prova.
Comentários