Bryan Adams e Eddie Vedder voltam a Portugal

O calendário dos concertos a não perder em 2016 começa a compor-se. A presença de Bryan Adams em Lisboa e Gondomar está confirmada já para janeiro E o Blitz assegura que os Pearl Jam, de Eddie Vedder, subirão ao palco num dos festivais de verão. Falta apenas saber em qual deles. O Bryan Adams regressa a Portugal […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O calendário dos concertos a não perder em 2016 começa a compor-se. A presença de Bryan Adams em Lisboa e Gondomar está confirmada já para janeiro E o Blitz assegura que os Pearl Jam, de Eddie Vedder, subirão ao palco num dos festivais de verão. Falta apenas saber em qual deles.

O Bryan Adams regressa a Portugal para dois concertos, no MEO Arena e no Multiusos de Gondomar, nos dias 25 e 26 de janeiro.

A artista canadiano tem um novo álbum de estúdio, Get Up, que “dá nome a esta nova Tour que apresenta ao vivo os novos temas, mas também os grandes sucessos de sempre”, avança a Ritmos e Blues que já está a vender bilhetes.

Os bilhetes custam entre 35 e 60 euros no Meo Arena, em Lisboa. No Multiusos de Gondomar, os bilhetes variam entre 40 e 60 euros. Os bilhetes já estão à venda.

“Na sua última passagem por Portugal, em 2012, Bryan Adams atuou perante uma multidão de 69 mil fãs no Rock in Rio-Lisboa. Apenas um ano antes tinha passado pelo MEO Arena, sala que esgotou em apenas um mês de vendas. Desta vez o artista regressa também ao norte do país, 10 anos depois de um memorável concerto no Pavilhão Rosa Mota.” Acrescenta a Ritmos e Blues.

Quanto aos Pearl Jam, a garantia vem da revista especializada em música, Blitz. “Só um milagre pode afastar a banda de Eddie Vedder de um concerto em Portugal durante a época de festivais”. Segundo a revista, “os Pearl Jam têm propostas de todos dos principais promotores de espetáculos em Portugal” para atuar no país no próximo ano.

Rock in Rio, NOS Alive e Super Bock Super Rock ofereceram grandes contratos à banda de Ten e, segundo apurou a BLITZ, alguns “excedem um milhão de euros”.

“A parada está realmente alta, mas nem só o valor do cachet pode ser decisivo”, explica a Blitz. Em causa poderão estar opções como o mapa da digressão, a possibilidade de atuar com outras bandas escolhidas pelos próprios, o montante pago ou até mesmo a “tradição”, optando a banda por atuar com quem a contratou nos últimos anos. No Rock in Rio, encabeçando a noite de rock, no Alive ou no Super Bock Super Rock, os Pearl Jam vêm a Portugal em 2016, assegura a Blitz.

OJE

Recomendadas
Capa_Livro_Zero_to_One_Weekend_960_600

Não há nenhuma razão para que o futuro só aconteça em Silicon Valley

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Projeto “Ponte nas ondas” integra Boas Práticas de Património Imaterial da UNESCO

O projeto luso-galaico “Ponte nas Ondas” foi hoje reconhecido pela UNESCO, em Rabat, Marrocos, passando a integrar o Registo de Boas Práticas de Salvaguarda de Património Cultural Imaterial daquela organização internacional, tornando-se na primeira candidatura portuguesa da lista.

“Odisseia Nacional” do D. Maria II, um teatro em périplo pelo continente e ilhas

Durante 2023, o Teatro Nacional D. Maria II vai desenvolver um programa extramuros e levar a todas as regiões de Portugal continental e ilhas um vasto leque de iniciativas. Envolver públicos e comunidades na descentralização da cultura é um dos objetivos desta “Odisseia”, com início marcado para janeiro.