Bundesbank revê em alta inflação da Alemanha para 7,1% em 2022

O Bundesbank estima que a inflação da Alemanha atinja 7,1% em 2022, acima dos 3,6% estimados em dezembro, segundo as projeções hoje divulgadas, que refletem o menor crescimento daquela economia.

Filipe Singer/EPA via Lusa

“Os preços de consumo subiram este ano mais do que no início dos anos 80 do século passado”, apontou o presidente do banco central alemão, Joachim Nagel, citado pela agência Efe.

O Bundesbank prevê que a economia do país cresça 1,9% em 2022, abaixo dos 4,2% das projeções de dezembro.

Já para 2023 estima um aumento de 2,4%, quando antes tinha apontado 3,2%, e para 2024 um crescimento de 1,8%, acima da projeção de 0,9% de dezembro.

Para os economistas do Bundesbank a incerteza sobre a evolução futura da economia é “extraordinariamente alta” face à guerra na Ucrânia.

Embora as previsões do banco apontem que a guerra e o seu impacto não se vão intensificar, avisam que se o fornecimento da energia russa continuar interrompido, a atividade económica na Alemanha irá regredir acentuadamente.

O Bundesbank também reviu em alta as projeções de inflação em 2023 para 4,5% (2,2%) e em 2024 para 2,6% (2,2%).

Recomendadas

Polícia norueguesa considera tiroteio de Oslo como “terrorismo islâmico”

Os serviços de informação noruegueses (PST) afirmaram hoje que consideram o tiroteio em frente a bares no centro de Oslo como um ato de “terrorismo islâmico extremista”.

Shangai sem novos casos de Covid-19 pela primeira vez desde março

Já em Pequim, foram relatas duas novas infeções locais este sábado.

“Vai salvar muitas vidas”. Biden promulga lei bipartidária para restringir o acesso a armas

Na quinta-feira, o Supremo Tribunal tinha determinado pela primeira vez que a Constituição dos EUA protege o direito de um indivíduo de possuir uma arma em público para autodefesa.
Comentários