Café com Calma

Um café onde, com calma, se fazem negócios É comum que os almoços aqui se prolonguem para além da hora e muito para além do espaço. Trocam-se ideias sobre negócios, contactos, fecham-se parcerias, pensam-se investimentos. A ideia era mesmo essa. É que, quando em abril de 2015, Rita Estanislau, 34 anos, e a sócia, Carolina […]

Um café onde, com calma, se fazem negócios

É comum que os almoços aqui se prolonguem para além da hora e muito para além do espaço. Trocam-se ideias sobre negócios, contactos, fecham-se parcerias, pensam-se investimentos. A ideia era mesmo essa. É que, quando em abril de 2015, Rita Estanislau, 34 anos, e a sócia, Carolina Henke, 31, decidiram arriscar e abrir um novo espaço, pensado de raiz para um bairro que só Rita conhecia, chamaram-lhe Café com Calma. “Já conhecia a zona porque tenho em Marvila um ateliê de recuperação de móveis”, conta Rita, co-fundadora do projeto. Costumava frequentar o bairro mas ultimamente sentia que, apesar do movimento de negócios na zona, faltava um sítio onde pudesse almoçar e ficar. “Não havia sítio nenhum sítio onde as pessoas pudessem almoçar, tomar um café e estivessem tão bem que pudessem esquecer-se de ir embora. Um sítio para levar o computador e trabalhar. Há muitos cafés mas são sempre sítios de passagem. Aqui não”, detalha Rita.

Na calma deste café, aberto das 8h às 18h, que também serve “almoços saudáveis”, Rita conta que o espaço é tão frequentemente invadido por grupos de amigos como por reuniões de negócios. A explicação, garante, é simples: no bairro há muitos espaços a serem revitalizados e recuperados. “Vou ao encontro dos empreendedores”, conta. A ideia de começar um projeto assim surgiu na sequência de outro café, com características idênticas, que as duas sócias já gerem no Lx Factory. No entanto, Rita era a única sócia que conhecia bem o bairro de Marvila e apostar na zona ribeirinha foi uma espécie de salto de fé. “Eu sabia que ia dar certo porque tinha a certeza que, tal como eu, havia mais gente a sentir a falta de um espaço assim. Só não sabia quantas pessoas seriam”, brinca. Na ementa há quatro menus de pequeno-almoço (a partir de 2 euros) e, o mais completo, que inclui pão, manteiga, compota, um cookie caseiro, sumo natural e café custa 5 euros. Já ao almoço, o menu que inclui um dos três pratos dia – carne, peixe ou vegetariano – e sopa, bebida, sobremesa e café custa 8 euros. Nos dias mais movimentados, o Café com Calma serve mais de 90 almoços. Mas são sobretudo os que se deixam ficar que estão a fazer as sócias ponderar abrir também ao sábado, para os brunch. “Às vezes vem tanta gente que os clientes chegam a perguntar: de onde vêm estas pessoas todas?”

Recomendadas

Atualização do IAS aumenta valor máximo do subsídio de desemprego em 93 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai subir mais do que o previsto avançando 93 euros, para 1.201,08 euros, refletindo o aumento de 8,4% do Indexante de Apoios Sociais (IAS) em 2023.

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.