Câmara de Lisboa diz que “não há” perigo de derrocada em outros edifícios depois de explosão

Carlos Manuel Castro refere que esta segunda-feira irá ser feita uma terceira vistoria por precaução dado que no dia de ontem “foi feita a desmontagem dos vários pisos” que ficaram afetados pela explosão seguida de incêndio num prédio de Lisboa que provocou um morto.

O vereador da Proteção Civil da Câmara Municipal de Lisboa diz que não existe um perigo de derrocada dos edifícios adjacentes da explosão verificada no prédio da rua de Santa Marta em Lisboa que no domingo provocou cinco feridos, um dos quais em estado grave e um morto.

“A indicação que temos é que não há. De qualquer forma, por precaução convém que haja uma nova vistoria, até porque ontem foi feita a desmontagem dos vários pisos do edificado e importa perceber se isso teve ou não impacto no edificado adjacente”, referiu Carlos Manuel Castro em declarações à imprensa esta segunda-feira, 21 de dezembro.

O vereador explicou também como foi encontrado o corpo do jovem de 24 anos. “Estivemos várias horas a tentar perceber se a pessoa podia estar no lado da rua de Santa Marta. Ao longo da noite desmontamos vários pisos e foi possível remover o material decorrente da queda. O corpo estava na parte de trás do edifício”, afirmou.

Ao todo, foram retiradas 47 pessoas de vários edifícios. Carlos Manuel Castro salientou que 13 ainda não puderam voltar a casa, mas que esta segunda-feira será feita “uma nova avaliação pela equipa técnica da câmara municipal, no sentido de apurar as condições de habitabilidade do edifício. De qualquer forma essas pessoas estão a ser devidamente acompanhadas pela Proteção Municipal. As outras 34 já regressaram a casa”.

A parte da frente do edifício localizado na rua de Santa Marta ruiu e várias projeções atingiram o Hospital de Santa Marta. A explosão atingiu também viaturas estacionadas naquela rua, que se encontra cortada ao trânsito. O vereador apontou que a explosão deverá ter sido causada por uma fuga de gás.

O alerta para a explosão, seguida de incêndio, de um prédio de habitação na rua de Santa Marta, no domingo, foi dado às 07:48, segundo os bombeiros.

Relacionadas

Encontrado corpo de jovem desaparecido após explosão e derrocada em Lisboa

O corpo do jovem que estava desaparecido após a explosão ocorrida no domingo num prédio em Lisboa foi encontrado hoje de madrugada, confirmou à Lusa fonte do Regimento de Sapadores Bombeiros.

Quatro feridos em incêndio de prédio em Lisboa tiveram alta. Quinto ferido está em estado grave

No edifício onde decorreu a explosão seguida de incêndio viviam nove pessoas, sendo que duas estão desaparecidas e outras duas não se encontravam no edifício na hora da explosão.
Recomendadas

Marcelo assume contacto a José Ornelas para lhe dizer que envio de denúncia “não foi pessoal”

O Presidente da República assumiu hoje que teve a iniciativa de contactar o bispo José Ornelas para lhe dizer que “não foi pessoal” a denúncia contra ele que encaminhou para o Ministério Público.

Leiria lança concurso público para criar sistema de bicicletas partilhadas

A Câmara de Leiria aprovou hoje o lançamento do concurso público internacional para a criação do sistema público de bicicletas partilhadas da cidade, num investimento de 740 mil euros acrescidos de IVA.

Marcelo “não deveria ter falado” com José Ornelas, considera Ventura

O presidente do Chega, André Ventura, considerou hoje que o Presidente da República “não deveria ter falado” com o bispo José Ornelas sobre questões relacionadas com a denúncia de alegado encobrimento de abusos sexuais.
Comentários