Câmara do Funchal organiza sessões de informação para investidores das Comunidades Madeirenses

Pedro Calado comprometeu-se também a manter a proximidade e ligação com as Comunidades Madeirenses, garantindo que durante o mandato iria visitar algumas delas com o intuito de manter a proximidade e a ligação com a emigração.

A  Câmara Municipal do Funchal vai organizar este mês, começando já no dia 11, três sessões com emigrantes, cuja abertura conta com a vice-presidente, Cristina Pedra, em que serão abordadas áreas fundamentais, tais como as valências do Balcão do Investidor, áreas prioritárias de investimento, apoios municipais disponíveis, fiscalidade, oportunidades de emprego, reabilitação urbana, alojamento local, comércio, serviços e restauração.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal apontou que o objetivo é ter “um relacionamento mais próximo com aqueles que querem investir na sua terra”, garantindo celeridade, segurança e tranquilidade aos investidores, reforçando estas ideias com o “período de crescimento económico muito positivo” que a Região e o Funchal vivem presentemente.

Pedro Calado comprometeu-se também a manter a proximidade e ligação com as Comunidades Madeirenses, garantindo que durante o mandato iria visitar algumas delas com o intuito de manter a proximidade e a ligação com a emigração.

A Câmara recebeu esta terça-feira os Conselheiros das Comunidades Madeirenses, véspera do Dia do Emigrante, no Salão Nobre da Câmara Municipal do Funchal. Pedro Calado frisou a importância que a emigração teve, no passado, para o desenvolvimento da Região e da cidade, salientando que, no presente, a autarquia está preparada e de “portas abertas para receber, apoiar e trabalhar, em articulação com os nossos emigrantes”.

Recomendadas

Açores: Tribunal de Contas acolhe primeiro Encontro de Jovens Auditores da CPLP

“O Auditor do Futuro” é o tema deste primeiro Encontro, organizado pela Secção Regional dos Açores, que traz a Ponta Delgada quase meia centena de jovens auditores com idades até aos 35 anos.

BE alerta para aumento dos “fenómenos de exclusão e pobreza” na Madeira

A coordenadora do Bloco de Esquerda considerou que a região autónoma “está atrasada” no apoio à população sem-abrigo, nomeadamente ao nível das respostas previstas na estratégia nacional, como o projeto “casa primeiro”.

Madeira: Proteção Civil reforça atividade física nos Corpos de Bombeiros

A iniciativa do Serviço Regional de Proteção Civil começou no ano de 2018 em parceria com a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, sendo a mesma reforçada em 2022, com a colaboração de dois preparadores físicos.
Comentários