A campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou numa semana mais de 11 mil infrações, das quais 714 relacionadas com a utilização do cinto de segurança, do capacete e de cadeirinha para crianças.

De acordo com o balanço hoje divulgado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), responsável pela operação em conjunto com a Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Guarda Nacional Republicana (GNR), foram fiscalizados presencialmente, entre os dias 12 e 18 de setembro, 47.043 veículos, com as forças de segurança a detetarem 11.171 infrações.

A GNR fiscalizou a maioria dos veículos (32.239) e contabilizou também o maior número de infrações, 6.678, sendo que 588 estavam ligadas aos dispositivos de segurança, cuja utilização correta foi o grande foco da operação. Já a PSP controlou 14.804 viaturas e assinalou 4.493 infrações, das quais 126 associadas a cintos de segurança, capacetes ou cadeirinhas.

Ao longo da semana de duração da campanha verificaram-se 2.437 acidentes, que resultaram em 10 mortos, 46 feridos graves e 764 feridos ligeiros. Face ao mesmo período de 2022, as autoridades sublinharam a ocorrência de menos 561 acidentes, menos 17 feridos graves e menos 218 feridos leves, mas observou-se mais uma vítima mortal.

As 10 vítimas mortais tinham entre 10 e 83 anos e a grande maioria – nove vítimas – era do sexo masculino.

Os acidentes com vítimas mortais ocorreram nos distritos do Lisboa (4), Porto (2), Leiria (2), Beja e Évora. Na origem das mortes estiveram seis despistes, três colisões e um atropelamento, que envolveram 10 veículos ligeiros, um veículo pesado de mercadorias, três motas, um ciclomotor (veículo de duas ou três rodas com cilindrada máxima de 50 cc) e uma trotineta.

Na campanha, integrada no Plano Nacional de Fiscalização 2023, foram também desenvolvidas cinco ações de sensibilização pela ANSR junto de 651 condutores e passageiros, nas localidades de Alenquer, Viana do Castelo, Celeirós, Santarém e Caldelas, alertando para a importância de uma utilização correta dos dispositivos de segurança durante a condução.