Campo das Cebolas passa a ser Largo José Saramago. Alteração envolta em polémica

A alteração do nome não foi bem acolhida por todos. “Alterar a designação do Campo das Cebolas é um mau serviço à cidade e um mau serviço ao próprio José Saramago”, disse à TSF, João Pedro Costa, vereador do PSD na Câmara Municipal de Lisboa, que votou contra a alteração do nome.

A partir desta segunda-feira, o Nobel da literatura de 1998, José Saramago, vai passar a ter um largo em Lisboa com o seu nome, notícia a TSF. O Campo das Cebolas, onde fica a conhecida Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago, passa a chamar-se Largo José Saramago. A alteração do nome assinala os vinte anos da entrega do Prémio Nobel ao escritor português.

A partir desta segunda-feira, passa a ler-se na placa do local “Largo José Saramago. Escritor, Prémio Nobel da Literatura 1998”.

A alteração do nome não foi bem acolhida por todos. “Alterar a designação do Campo das Cebolas é um mau serviço à cidade e um mau serviço ao próprio José Saramago”, disse  à TSF, João Pedro Costa, vereador do PSD na Câmara Municipal de Lisboa, que votou contra a alteração do nome.

João Pedro Costa explicou ainda à TSF que se trata de “um mau serviço à cidade porque os topónimos históricos devem ser mantidos nos costumes das pessoas, e um mau serviço a José Saramago, porque este espaço vai continuar a ser designado por ‘Campo das Cebolas'”.

O vereador social-democrata, revelou àquela rádio o exemplo do Rossio que, apesar de assim ser comumemente conhecido, tem como nome oficial “Praça Dom Pedro V”.O PSD lamenta que não tenha havido diálogo entre os diferentes partidos com assento na Câmara Municipal de Lisboa para arranjar outra solução.

Já a Comissão Municipal de Toponímia não encontra qualquer problema na mudança de nome.

“Há uma carência de espaços novos para dar designações e aquilo que aqui se faz é fazer corresponder um local nobre da cidade de Lisboa, recentemente qualificado, com a designação de alguém que não só foi Prémio Nobel como, ainda por cima, foi presidente da Assembleia Municipal de Lisboa”, disse o socialista Pedro Delgado Alves à TSF.

“O representante da Comissão Municipal de Toponímia lembra que o mesmo processo já foi feito recentemente com a Fundação Champalimaud, a Praça Mariano Gago (junto ao Pavilhão do Futuro, no Parque das Nações) e com um troço da Segunda Circular, que passou a chamar-se ‘Avenida Eusébio da Silva Ferreira’, lê-se na notícia.

“As pessoas usarão a designação que entenderem para o espaço”, o que não inviabiliza “a homenagem que a cidade presta José Saramago”, salientou Pedro Delgado Alves à TSF.

Por sua vez, a Fundação do Nobel português manifestou-se “muito tranquila” em relação à polémica.

“Com a importância que José Saramago tem – a obra que nos deixou, o seu pensamento e as suas palavras -, estamos em crer que, com o tempo, as pessoas acabarão por passar a utilizar a denominação de “‘Largo José Saramago'”, afirmou Sérgio Machado Letria, o diretor da Fundação, à TSF.

O diretor da Fundação referiu ainda que “a morada da Fundação José Saramago continua a ser na Rua dos Bacalhoeiros, n.º10. Mas se as pessoas começarem a enviar correspondência para o Largo José Saramago, acho que acabará por vir cá ter”,  excluindo a Fundação da polémica.

 

Relacionadas

Impactos da Web Summit em Portugal 2016/2028

Trabalhos como relatório aqui referido são importantíssimos, porque antecipam “realidades potenciais prováveis” e, nessa base, abrem caminhos de decisão económica e política.

Portugal 2020 tem mais 7,3 mil milhões de euros para a economia nacional

À rádio TSF o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, disse que o montante será aplicado na expansão dos metros de Lisboa e do Porto, requalificação da Linha de Cascais, mobilidade no Mondego e outras obras.

Mercado de arrendamento na Almirante Reis conquista Prémio André Jordan 2018

Tema foi o denominador comum nos três trabalhos distinguidos durante a gala realizada esta quinta-feira, 6 de dezembro no Teatro Thalia, em Lisboa.

“Era o contrário de um líder populista. Teria sido Presidente da República”. Marcelo homenageia Sá Carneiro

Marcelo Rebelo de Sousa falava durante um encontro com alunos do ensino secundário e os atores Pedro Almendra e Inês Castel-Branco, que protagonizam o filme “Snu”, sobre a história de amor entre o antigo primeiro-ministro e fundador do PSD Francisco Sá Carneiro e Snu Abecassis, realizado por Patrícia Serqueira, com estreia marcada para março.
Recomendadas

Associação dos municípios aprova acordo para descentralização na ação social

Com este acordo, “no próximo ano, a transferência de competências tornar-se-á universal”, segundo a ANMP.

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.

MyCloma Fest XMAS Edition regressa este fim-semana ao Porto

Fundada por quatro jovens em 2020, a MyCloma é uma plataforma portuguesa de compra e venda de roupa em segunda mão, uma aposta num modelo de economia circular, que visa combater o desperdício têxtil enquanto que ajuda a prolongar o ciclo de utilização dos bens. 
Comentários