Candidatos à Unicorn Factory valem “centenas de milhões”

A primeira edição do programa ‘Scaling Up’ arranca no fim deste mês e há 33 empresas em crescimento a concorrer às oito vagas disponíveis, que já levantaram 45 milhões de euros em investimento, assegura Gil Azevedo ao NOVO.

Cristina Bernardo

A primeira edição do ‘Scaling Up’, o programa da Unicorn Factory Lisboa dirigido a startups em crescimento sustentado (scaleups), está nos “últimos preparativos” para ser lançada já no fim deste mês de janeiro, confirma ao NOVO o diretor-executivo da incubadora, Gil Azevedo. Há oito vagas para preencher e o projeto lançado por Carlos Moedas em outubro do ano passado revela que já recebeu 33 candidaturas de scaleups nacionais e internacionais.

Os resultados – ainda que sem termo de comparação homóloga – animam muito o responsável pela fábrica de empresas multimilionárias que se instalou no Beato. “Da nossa perspectiva, está acima do esperado”, sublinha Azevedo.

“Esperávamos 20 a 25 candidaturas, ou seja, entre o dobro e o triplo das vagas temos para a primeira edição”, acrescenta, recordando a projeção que tinha sido dada na apresentação do hub, dias antes da Web Summit.

O diretor-executivo da Unicorn Factory Lisboa explica ainda que, dentro do ecossistema empreendedor, há muito poucas scaleups. “Por isso ficámos obviamente muito satisfeitos pelo número das mesmas e, sobretudo, pela sua qualidade”, garante.

Leia o artigo na íntegra no caderno NOVO Economia, publicado com a edição impressa do Semanário NOVO.

Recomendadas

TAP: PS esclarece que viabilizará proposta de inquérito do BE com abstenção

O Grupo Parlamentar do PS esclareceu que viabilizará a proposta de inquérito parlamentar do Bloco sobre a TAP através da abstenção, corrigindo a posição assumida pelo deputado Carlos Pereira.

EDP já instalou mais de 700 mil painéis solares nas casas de famílias na Ibéria

A EDP explica que “estas famílias conseguem uma poupança média de até 30% ou mesmo 70% quando agregado a uma bateria de armazenamento. A produção de energia gerada nestas instalações seria suficiente para abastecer com energia renovável 500 mil pessoas por mês, o equivalente a fornecer apenas com energia solar toda a população de Lisboa”.
litio

Lítio: Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina em Montalegre

A Lusorecursos Portugal Lithium confirmou um parecer favorável por parte da Comissão de Avaliação da Mina do Romano, que dá luz verde à exploração mista de lítio (céu aberto e subterrânea) em Montalegre.
Comentários