Candidaturas ao eSkills for Jobs 2015 terminam a 31

As candidaturas para o concurso europeu eSkills for Jobs 2015, organizado no âmbito da Campanha de Sensibilização eSkills for Jobs 2015, coordenada em Portugal pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia estão a decorrer até 31 de outubro. De acordo com a Associação para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI) serão selecionados, ao nível […]

As candidaturas para o concurso europeu eSkills for Jobs 2015, organizado no âmbito da Campanha de Sensibilização eSkills for Jobs 2015, coordenada em Portugal pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia estão a decorrer até 31 de outubro.

De acordo com a Associação para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI) serão selecionados, ao nível europeu, um vencedor e um segundo classificado por categoria que serão notificados dos resultados do concurso, via e-mail, em meados de novembro de 2015.

O eSkills for Jobs é uma oportunidade para destacar e premiar quem demonstre, a nível europeu, um elevado nível de literacia e competências digitais.

A competição foca-se em identificar iniciativas concretas através do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) ou domínio das mesmas. O objetivo é alcançar jovens altamente talentosos e motivados (a partir dos 16 anos), líderes empresariais (CEO / CIO), decisores políticos, profissionais em TIC, organizações não-governamentais, formadores, candidatos a ofertas de emprego e empreendedores.

O eSkills for Jobs 2015 integra cinco candidaturas: Cidadania Digital (públicos-alvo: líderes empresariais, profissionais em TIC e organizações não-governamentais); Empreendedorismo Digital (empreendedores); Carreira mais inspiradora (candidatos a ofertas de emprego ou que pretendam mudar de carreira); Talento jovem digital (jovens do 16 aos 30 anos) e Excelente utilização das TIC (professores).

OJE

Recomendadas

ONU em São Tomé elogia autoridades após ataque a quartel e pede que país seja “bom aluno”

Em entrevista à Lusa, Eric Overvest declarou que o escritório da ONU em São Tomé e Príncipe acompanhou, ao longo do dia, os acontecimentos, junto das autoridades, na sequência do assalto, por quatro homens, ao quartel militar, que o primeiro-ministro, Patrice Trovoada, classificou como “tentativa de golpe de Estado”.

PremiumJoe Biden arrisca teto para o preço do petróleo russo

A decisão não conseguiu consenso na União Europeia. Moscovo adverte que pode ser o primeiro passo para uma crise petrolífera sem precedentes. Com a Ucrânia às escuras e com frio, o Kremlin acha que a NATO já está a combater a Rússia.

Ex-ministro das Finanças do Luxemburgo vai liderar fundo de resgate da zona euro

Num comunicado hoje divulgado, o fundo de resgate do euro indica que “o Conselho de Governadores do Mecanismo Europeu de Estabilidade, que junta os 19 ministros das Finanças da moeda única, nomeou hoje o ex-ministro das finanças luxemburguês Pierre Gramegna para o cargo de diretor-executivo”, que ocupa a partir de 1 de dezembro.