Cansada de tirar selfies e de “conversa fiada”, Greta Thunberg evita políticos “sempre que pode”

A longa lista de celebridades e políticos que já se encontraram com Thunberg inclui o papa Francisco, o ex-presidente Barack Obama e o primeiro-ministro canadiano Justin Trudeau. “Sempre que posso, tento dizer não a reuniões com políticos”, afirmou.

Greta Thunberg | Cristina Bernardo

Eleita a Personalidade do Ano de 2019 pela revista “Time”, Greta Thunberg revelou à publicação norte-americana que os encontros com líderes políticos já não são prioridade na sua agenda. “É só conversa fiada, basicamente”, explicou.

Num excerto da entrevista, publicado esta quinta-feira, a ativista sueca admite que tenta evitar encontros com políticos “sempre que pode” e que no final do encontro querem sempre tirar ‘selfies’. “Estou cansada de tirar selfies neste momento”, contou.

A longa lista de celebridades e políticos que já se encontraram com Thunberg inclui o papa Francisco, o ex-presidente Barack Obama e o primeiro-ministro canadiano Justin Trudeau. Thunberg já discursou perante os altos funcionários do Congresso norte-americano, no Parlamento do Reino Unido e na Assembleia Nacional Francesa. Além disso, é uma oradora regular em grandes cimeiras mundiais, tendo marcado presença na Cimeira do Clima (COP25), que decorreu esta semana em Madrid.

O motivo pela falta de vontade em querer-se encontrar com figuras de alto cargo deve-se ao facto de não apresentarem ações imediatas nem cumprirem com as promessas que fazem. Numa entrevista à Associated Press, Thunberg explicou que a maioria dos políticos “dizem que ouvem e dizem que entendem, mas que não parece”.

“O perigo real é quando políticos e CEOs querem dar a entender que mudanças reais estão a acontecer, quando na verdade quase nada está sendo feito, além de contabilidade inteligente e relações públicas criativas”, disse ela à AP, acrescentando: “se eles realmente ouvissem e entendessem, então traduziriam isso em ações reais”, finalizou.

Durante a sua visita aos EUA, este outono, Thunberg foi convidada no “The Ellen DeGeneres Show”, e DeGeneres perguntou se Thunberg consideraria sentar-se com o presidente Donald Trump para “tentar ajudá-lo a entender a mudança climática”.

Thunberg respondeu: “Não entendo por que faria isso. Não vejo o que lhe poderia dizer que ele ainda não ouviu, e acho que seria realmente uma perda de tempo”.

Trump, que é conhecido pelo seu cepticismo face às alterações climáticas, congratulou a jovem ativista pela nomeação da revista “Time” anunciada ontem. Na rede social Twitter, o presidente norte-americano criticou: “Greta tem de aprender a controlar a sua raiva e ir ver um bom filme antigo com um(a) amigo(a)!”, disse

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Sindicato dos Jornalistas critica ministro do Ambiente (com áudio)

Em causa está a recusa em prestar comentários aos jornalistas durante a 5.ª edição do Portugal Mobi Summit.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quinta-feira

“Há mais hospitais a falhar tempos de espera para consultas de saúde mental”; “Máfia dos passaportes na mira da Polícia”; “Nigéria falha quatro entregas de gás natural a Portugal”
Comentários