Carlos Pereira defende choque fiscal na Madeira

Entre as propostas que o PS Madeira vai apresentar para o Orçamento Regional está também a redução em 20% dos custos com as PPP que permitiria uma poupança de 160 milhões de euros.

O dirigente do PS Madeira, Carlos Pereira, defendeu esta quarta-feira a regionalização da Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) e mostrou a sua intenção de reduzir as taxas de IRS, IVA, e IRC na Região.

No IRS, Carlos Pereira vai propor uma redução de 25% nos primeiros dois escalões, de 20% no segundo escalão, de 15% nos restantes escalões e de 0% no último escalão.

Carlos Pereira pretende que o IVA desça para os 18% fazendo alusão que esta é a mesma taxa praticada nos Açores. “Somos regiões que competem uma com a outra, por isso não faz nenhum sentido que a taxa de IVA da Madeira seja mais elevada que a dos Açores”, afirma.

No IRC, o PS Madeira quer aplicar um imposto de 13% para as pequenas e médias empresas, com matéria colectável de 15 mil euros, com o intuito de que os empresários possam “contratar pessoas e investir na Região”.

O socialista madeirense defendeu ainda a regionalização da SDM da qual diz explorar “mais de mil milhões de euros de benefícios fiscais” que realça deverem ficar “na mão da Região” para benefício dos seus habitantes.

A saúde é também outra das prioridade para Carlos Pereira. Nesse sector o PS Madeira destacou que “as expropriações e o lançamento para a construção do hospital” deve estar no orçamento regional.

O PS Madeira, diz Carlos Pereira, apresentou uma proposta que visa reduzir os custos das PPP em 20% uma descida que permitiria, de acordo com as suas contas, poupar 160 milhões de euros.

A redução da burocracia da administração regional e um projeto sobre a reforma do Sistema Regional de Proteção Civil foram outras das medidas sugeridas por Carlos Pereira para o Orçamento Regional.

Recomendadas

Madeira: Marta Freitas volta a representar PS no Conselho Consultivo sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

Marta Freitas, que já havia assumido esta posição no mandato anterior, foi agora reconduzida pelo Grupo Parlamentar Socialista, tendo tomado posse esta segunda-feira.

Saiba em que consiste a etiqueta energética e a sua importância na compra de equipamentos elétricos

A nova etiqueta energética já é uma realidade no nosso mercado. Os consumidores precisam de conhecer esta ferramenta, útil e intuitiva, para escolher os seus eletrodomésticos de forma esclarecida e eficiente.

Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira celebra novo protocolo com a Escola Nacional de Bombeiros

O protocolo é válido por tempo indeterminado, permitindo ainda o intercâmbio entre formandos e formadores do SRPC e da ENB, em várias áreas formativas.
Comentários