Casas voltam a valorizar em outubro

Crédito à Habitação: O valor médio de avaliação bancária no mês de outubro fixou-se em 1081 euros/m2, observando-se um aumento de 5 euros/m2 em relação mês anterior.

Segundo os dados divulgados hoje pelo INE – Instituto Nacional de Estatística, o valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação, para o total do país fixou-se em 1081 euros/m2 em outubro, registando um aumento de 5 euros/m2 face ao observado em setembro (variação de 0,5%).

As regiões do Norte (954 euros/m2), Centro (886 euros/m2) e Área Metropolitana de Lisboa (1308 euros/m2), com aumentos de 0,4%, 0,7% e 0,2%, respectivamente, foram as que mais contribuíram para esta subida.

O valor médio de avaliação dos apartamentos fixou-se em 1125 euros/m2 em outubro, aumentando 0,2% quando comparado com o mês anterior. Com exceção da região do Algarve, com uma redução de 2%, todas as regiões apresentaram variações positivas.

No que diz respeito às moradias, o valor médio de avaliação bancária para o total do país no mês em análise, situou-se em 1010 euros/m2, traduzindo um acréscimo de 9 euros/m2 comparativamente ao observado em setembro.

Comparativamente ao mesmo período do ano passado, a variação da avaliação para o total do país foi 3,8%, registando um aumento de 3,6% no mês anterior. Em termos homólogos, o valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou 3,3% e o valor médio das moradias aumentou 4,8% (4,5% no mês anterior).

Recomendadas

Venda de casas em Portugal desceu 8% no verão

Entre os meses de junho e agosto foram vendidas no país 37.900 casas, em comparação com as 41.310 habitações transacionadas no primeiro trimestre do ano.

Promotora imobiliária portuguesa coloca mais 102 apartamentos no mercado

A Solyd Property Developers arrancou a construção do ‘Terraces Mirear’ Bloco B, que se encontra integrado no projeto que está a ser desenvolvido em Miraflores, depois de no final do ano passado ter lançado o primeiro edifício, o ‘Terraces Mirear’ Bloco A.

Avaliação das casas desceu para os 1.414 euros por m2 em agosto

Este valor representa uma ligeira diminuição de três euros face ao mês anterior. A nível homólogo a taxa de variação situou-se nos 15,8%, em comparação com os 16,1% de julho.
Comentários