Catalunha. TC dá “luz verde” à votação sobre independência

As lutas políticas na vizinha Espanha continuam acesas e avizinham-se dias de intensa disputa. Enquanto na Catalunha os defensores da independência ganham mais uma batalha para as eleições gerais, o PP ganha nas intenções de voto. O Tribunal Constitucional (TC) espanhol acaba de rejeitar, por unanimidade, o pedido de suspensão da votação do texto independentista […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

As lutas políticas na vizinha Espanha continuam acesas e avizinham-se dias de intensa disputa. Enquanto na Catalunha os defensores da independência ganham mais uma batalha para as eleições gerais, o PP ganha nas intenções de voto.

O Tribunal Constitucional (TC) espanhol acaba de rejeitar, por unanimidade, o pedido de suspensão da votação do texto independentista da Catalunha feito pelos partidos que estão contra a independência, nomeadamente o PP, PSC e Ciudadanos.

Segundo avançam os media espanhóis, as pretensões dos partidos contra a independência da Catalunha de travar o debate sobre o texto de resolução apresentado pelos partidos a favor da independência foi “muito claramente” chumbado pelo TC espanhol.

Importa recordar que o PP da Catalunha, o Partido Socialista catalão e o Ciudadanos tinham recorrido ao Tribunal Constitucional para travar o debate sobre a declaração independentista que os partidos Junts pep Sí (Juntos pelo Sim) e CUP vão levar ao parlamento da Catalunha.

Segundo especifica o diário espanhol El País, o Tribunal assenta esta sua decisão no facto de considerar que o parlamento “é a sede natural do debate político” e, como tal, o resultado desse debate “não deve condicionar antecipadamente a viabilidade do debate em si”.

Entretanto, os principais partidos que defendem a independência acordaram e apresentaram um texto de resolução que inicia o processo de “criação do Estado catalão independente” e que será discutido e votado na próxima segunda-feira, dia 9, no parlamento catalão.

PP destaca-se em sondagem

Uma sondagem do Centro de Investigações Sociológicas (CIS) coloca o PP em 1.º lugar nas intenções de votos dos espanhóis, com 29,1%. A pouco mais de um mês das eleições gerais em Espanha, o PP surge com uma vantagem de 3,8% em relação ao PSOE, segundo colocado com 25,3%. Tanto o PP como o PSOE subiram em relação a agosto. A grande novidade da sondagem de outubro é a subida do Ciudadanos que, pela primeira vez, surge em terceiro lugar, com 14,7% das intenções.

Por Sónia Bexiga/OJE

Recomendadas

Mercosul. Pedido de adesão uruguaio a outro bloco marcará cimeira

Uma cimeira “entretida” do Mercosul é a expectativa do Uruguai, país anfitrião e atual presidente do grupo comercial, para o próximo encontro regional onde o controverso pedido de adesão uruguaio a outro bloco comercial estará em debate.

Presidente israelita encontra-se com rei de Bahrein na primeira visita ao país

O rei do Bahrein, Hamad bin Isa al-Khalifa, recebeu este domingo o presidente de Israel, na primeira visita oficial de um chefe de Estado israelita ao reino após as duas nações terem estabelecido relações diplomáticas em setembro de 2020.

Blinken avisa Netanyahu sobre novos colonatos na Cisjordânia

O chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, avisou este domingo que os Estados Unidos se vão opor ao estabelecimento de novos colonatos na Cisjordânia ocupada pelo próximo governo israelita, quando Benjamin Netanyahu está prestes a voltar ao poder em Israel.