CDS diz estar atento aos problemas dos trabalhadores da Águas e Resíduos da Madeira

Os trabalhadores da ARM reivindicaram, no passado mês de julho, o fim da discriminação nos horários de trabalho, nos salários e no valor do subsídio de refeição.

O grupo parlamentar do CDS-PP- Madeira reuniu com o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Centro Sul e Regiões Autónomas para ouvir as preocupações dos trabalhadores da Águas e Resíduos da Madeira (ARM).

Foi neste sentido que o líder parlamentar, António Lopes da Fonseca afirmou que o CDS-PP ficou “atento” a todos os problemas destes trabalhadores, nomeadamente no que toca aos aumentos salariais, ao fim da discriminação nos horários de trabalho, nos salários e subsídios de refeição, bem como à redução do horário de trabalho para as 25 horas semanais.

Assim, a solicitação, por parte do SITE, para esta reunião, vem no sentido dos trabalhadores transmitirem as suas reivindicações aos deputados do CDS-PP, na Assembleia Legislativa da Madeira.

Deste modo, o grupo Parlamentar do CDS-PP comprometeu-se a solicitar uma reunião com o Conselho de Administração da ARM para averiguar a atual situação financeira da empresa para poder perspetivar uma solução futura para os problemas dos trabalhadores.

Recomendadas

Madeira: Santo António abre candidaturas para apoio à aquisição de material escolar

Os alunos com o primeiro escalão da ASE receberão 25 euros, os alunos com o segundo escalão  terão direito a 30 euros, com o terceiro escalão receberão 35 euros e aos beneficiários do quarto e quinto escalão será atribuído um o montante de 40 euros.

Empréstimos às famílias da Madeira diminuem em 62,1 milhões de euros

No segundo trimestre de 2022, 72,7% dos empréstimos foram destinados ao segmento da habitação, e os restantes 27,3% a consumo e outros fins.

Rácio de crédito vencido e empréstimos a sociedades não financeiras aumentam na Madeira

No segundo trimestre de 2022, o saldo do volume de empréstimos concedidos a sociedades não financeiras (SNF) era de dois mil milhões de euros, mais 43,6 milhões de euros que no final de junho de 2021. No entanto, comparando ao trimestre anterior, este é inferior em 33,8 milhões.
Comentários