PremiumImóvel vendido pelo CDS rendeu quatro vezes mais um ano depois

Imóvel do CDS-PP no Porto custou 157.500 euros à Adequadoásis, empresa que tem como sócia uma secretária de Estado de Angola. Foi revendido ao Lidl, um ano e meio depois, por 650 mil euros.

Março de 2017. Faltavam apenas três dias para Assunção Cristas comemorar o primeiro ano de mandato como líder do CDS-PP, quando foi dada ‘luz verde’ à venda de um imóvel do partido, perto da Avenida da Boavista, no Porto. O contrato assinado entre o CDS-PP e a empresa Adequadoásis fixou a venda em 157.500 euros, tendo esse mesmo imóvel (com 134,8 metros quadrados) sido, um ano e meio depois, revendido por um valor quatro vezes superior.

O imóvel em causa, situado na rua de Agramonte, foi registado como património do CDS-PP em abril de 2011. Destinava-se à construção de uma sede do partido, mas o projeto foi sendo sucessivamente adiado por falta de verbas. A direção liderada por Assunção Cristas decidiu então avançar com a alienação do edifício, tendo sido passada uma procuração a Álvaro Castello-Branco, na altura presidente da distrital do Porto do CDS-PP, para concretizar a venda em nome do partido.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumMemórias pessoais e transmissíveis

Mas os diários da minha tia Gália eram de um tipo muito específico: à medida que os lia, a sua textura peculiar — que se assemelhava sobretudo a uma rede de pesca de malha grande — tornava‑se cada vez mais enigmática e interessante.

PremiumGeorge Clooney e o Speedmaster ’57

Coincidindo com o 65º aniversário da linha Speedmaster, a coleção completa Omega Speedmaster ’57 inclui agora oito novos modelos.

PremiumBiografia de Lula Inácio da Silva

Para lá das emoções que provoca, positivas ou negativas, Lula da Silva está entre as maiores figuras políticas da história do Brasil. Oriundo da classe operária, opositor ativo e convicto de uma ditadura militar que sufocou a sociedade e a economia brasileiras entre 1964 e 1985, a sua história e as suas lutas confundem-se com as de um povo que, por duas vezes, o elegeu presidente da nação.
Comentários