Central a carvão do Pego. Abertas as candidaturas para compensações para ex-trabalhadores (com áudio)

Esta compensação é atribuída pelo Fundo Ambiental e “será correspondente ao valor médio anual do vencimento líquido, incluindo subsídios de férias e de Natal”.

Paulo Cunha/Lusa

Os trabalhadores da central a carvão do Pego já se podem candidatar a receber uma compensação pelo encerramento da central, que fechou as portas recentemente.

Esta medida, no âmbito do mecanismo de compensação para uma transição justa, destina-se a “mitigar os impactes socioeconómicos da transição climática sobre os trabalhadores mais diretamente afetados”, anunciou hoje o ministério do Ambiente.

Esta compensação é atribuída pelo Fundo Ambiental e “será correspondente ao valor médio anual do vencimento líquido, incluindo subsídios de férias e de Natal. Para tal devem cumprir com as condições estabelecidas no respetivo regulamento, incluindo a frequência de formação que lhes seja destinada pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional”.

Este mecanismo “tem como objetivo garantir a manutenção do rendimento dos trabalhadores afetados direta e indiretamente pelo fim da produção de eletricidade a partir de carvão na Central Termoelétrica do Pego, e pelo seu consequente encerramento, durante uma fase de transição até que estes encontrem emprego”.

O ministério do Ambiente recorda que estão em curso o ‘Procedimento concursal para a atribuição de reserva de capacidade de injeção na rede elétrica de serviço público do Pego’ e o ‘Aviso para a submissão de propostas de investimento para a diversificação económica para uma transição justa no Médio Tejo’ que “contribuirão para gerar novos empregos no território em apreço”.

Recomendadas

Empresas reafirmam investimento contra riscos cibernéticos

A cibersegurança é uma prioridade para as empresas. O reforço do investimento na proteção de contra ataques mantém-se apesar da conjuntura atual marcada pela subida dos custos. 

Equinix cria fundo solidário de 50 milhões para promover a inclusão digital

A empresa de tecnologia norte-americana criou uma nova estrutura de apoio educativo. O conselho de administração da fundação irá, todos os anos, determinar o montante de doações da fundação, de modo a cobrir a concessão de contribuições ou a correspondência com as ofertas dos colaboradores.

Tecnológica portuguesa Innowave compra Cycloid

Desde 2018 que o grupo tem uma forte estratégia de M&A. “Esta aquisição é mais um passo na nossa estratégia de crescimento, materializada também na criação de centros de competência em Portugal, como é o caso de Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Beja”, afirmou o CEO da Innowave, Tiago Gonçalves.
Comentários