Centro da Agência Espacial Europeia prevê incubar 30 empresas em Portugal

Empresas incubadas e a incubar deverão gerar 240 novos postos de trabalho e angariar um capital superior a 6,5 milhões de euros.

Comunique com entusiasmo.

No período de cinco anos, duração estimada do programa, até ao fim de 2019, o ESA BIC Portugal, Centro de Incubação da Agência Espacial Europeia em Portugal, prevê incubar até 30 empresas.

Segundo as contas do ESA BIC, que em Portugal é gerido pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), essas 30 empresas incubadas vão criar cerca de 240 novos postos de trabalho, angariando um capital esperado superior a 6,5 milhões de euros.

O ESA BIC Portugal representa um investimento direto em Portugal de 1,95 milhões de euros.

No total, são já doze as ‘startups’ a ser apoiadas no âmbito do ESA-BIC Portugal, que hoje comemora o segundo aniversário da sua existência.

As novas empresas apresentadas numa cerimónia a decorrer nas instalações do IPN, em Coimbra são a Connect Robotics (logística de entregas de ‘última milha’), Findster (dispositivos de localização), Matereo (ambiente e economia azul), BlueCover (desporto e turismo), WaterDog (turismo e mobilidade).

Estas empresas vão-se juntar às restantes ‘startups’ já apoiadas pelo ESA BIC Portugal: Active Aerogels, Airborne Projects, D-Orbit PT, Eye2Map, InanoE, Space Layer, Technologies e Horizontal Cities.

Este programa é liderado pelo IPN e tem polos no UPTEC e na agência DNA Cascais. Os projetos são apoiados com 50 mil euros para a construção de protótipos e gestão de propriedade intelectual, beneficiando adicionalmente de apoio de negócio e apoio técnico, bem como do acesso a uma vasta rede de potenciais clientes, parceiros e investidores.

O ESA BIC Portugal tem o apoio do Gabinete do Espaço (FCT/ANI), entre outros ‘stakeholders’, como a CCDRC, universidades, municípios e investidores, tendo sido considerado de importância estratégica para Portugal, razão pela qual o Governo, através da FCT (Fundação Ciência e Tecnologia), tem investido recursos significativos nesta área.

Recomendadas

Moldova mantém neutralidade mas irá fortalecer a cooperação com a NATO

A Moldova manterá a neutralidade, mas aprofundará a sua cooperação com a NATO para garantir a sua capacidade defensiva, declarou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Moldova, Nicu Popescu.

Espanha e Alemanha reúnem-se em cimeira pela primeira vez desde 2013

Espanha e Alemanha celebram na quarta-feira a primeira cimeira bilateral em nove anos, que coincide com um momento de sintonia entre os dois executivos em projetos como o do gasoduto para ligar a Península Ibérica à Europa central.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.
Comentários