CGD: Mourinho Félix garante que não há documento a dispensar declaração de rendimentos

O governante garante à TSF que não existe um documento escrito que dispense a equipa de gestão de António Domingues de apresentar a declaração de rendimentos e património no Tribunal Constitucional.

Foto cedida

O secretário de Estado do Tesouro e Finanças, Ricardo Mourinho Félix garante à TSF que não há  nenhum documento que dispense a declaração de rendimentos e património dos administradores da CGD ao Tribunal Constitucional.

Em declarações à TSF Ricardo Mourinho Félix assegura que “não existe nenhum documento escrito” que estabeleça condições para a ida de António Domingues para a presidência da CGD, e classifica de “absolutamente falsa” a noticia que dá conta da existência de tal documento.

Na quinta-feira António Lobo Xavier, no Programa da SIC Notícias, Quadratura do Círculo, disse que o Governo se tinha comprometido por escrito com António Domingues.

O secretário de Estado Adjunto, do Tesouro e Finanças foi referido pelos media como sendo o autor da assinatura de tal documento, mas em resposta à rádio garante que não existe um documento no qual o governo se tenha comprometido a dispensar o presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e a sua equipa de entregarem a declaração de património e rendimentos no Tribunal Constitucional.

Na quinta-feira António Lobo Xavier denunciou a existência de um acordo escrito. “As pessoas estavam em belíssimos lugares e foram desafiados a sair para tratar da CGD. Puseram as suas condições como acontece sempre e foi-lhes prometido (aceite) e até escrito. Os compromissos estão escritos portanto não se pode dizer que o primeiro-ministro não sabia e que só sabia o ministro das Finanças. Os governos não funcionam assim. Os compromissos eram do conhecimento de todos. Acharam é que bastava alterar o estatuto do gestor público para resolver os problemas todos que foram colocados (quer os salários, quer as declarações)”, denunciou António Lobo Xavier. O comentador acrescentou que quando o problema veio para a praça pública (através de Marques Mendes e depois pelo PSD) “o governo desresponsabilizou-se”.

O PSD entregou dois requerimentos a pedir esse documento.

Ricardo Mourinho Félix reitera de “absolutamente falsas” tanto a notícia da última noite veiculada pela SIC Notícias segundo a qual esse documento existe, bem como as declarações de António Lobo Xavier no mesmo canal, refere a TSF.

 

Relacionadas

PSD quer obrigar Governo a tornar público o acordo com gestores da CGD

O líder parlamentar, Luís Montenegro, anunciou esta sexta-feira a apresentação de dois requerimentos para apurar a verdade sobre existência de um documento escrito, avança a SIC Notícias.

“Existe acordo por escrito com presidente da CGD?” PSD desafia Governo

“Se esse compromisso existe, exigimos que seja mostrado ao parlamento, aos deputados, e por via destes aos portugueses”, disse Luís Montenegro sobre a polémica da CGD.
Recomendadas

Comissão Europeia diz que Portugal é “moderadamente inovador”

O país encontra-se no grupo dos países moderadamente inovadores, passando da 19ª para a 17ª posição entre os 27 Estados-Membros, segundo os dados da Comissão Europeia tornados públicos pela ANI (Agência Nacional de Inovação).

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.

Angola cresce 3,5% este ano, mas abranda para 1,8% em 2023

“O forte crescimento de Angola este ano dificilmente vai prolongar-se para 2023, já que a produção petrolífera deverá regressar à tendência decrescente”, lê-se numa análise às maiores economias da África subsaariana, região que deverá ver o PIB deste ano expandir-se 3,3%, abrandando face aos 4,4% do ano passado.
Comentários