CGD paga hoje 378 milhões de euros em dividendos ao acionista Estado

Deste valor total, 137 milhões de euros dizem respeito a dividendo extraordinário relativo a 2021.

A Caixa Geral de Depósitos anunciou ao mercado que “de acordo com o deliberado em Assembleia Geral de 31 de maio de 2022”, no dia 9 de junho irá ocorrer o pagamento do dividendo ao seu acionista Estado, “sendo o valor unitário de 0,491957859895 por ação”.

A CGD paga hoje 241 milhões de dividendo ordinário e 137 de dividendo extraordinário relativo a 2021. Totaliza 378 milhões. Cada ação tem o valor de 5 euros.

“O pagamento será efetuado via Central de Valores Mobiliários, visto tratar-se de valores mobiliários integrados na referida Central, com o código CGD AM”, lê-se no comunicado.

No fim de maio o conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos propôs pagar mais 137,1 milhões de euros ao Estado, para um total de 378,2 milhões.

Num comunicado com data de 27 de maio, a CGD diz que propôs que a distribuição de resultados se aplicasse da seguinte forma: 88.306.848 euros para reserva legal; 241.070.965 euros para dividendos; e 112.156.425 euros para incorporação na rubrica “outras reservas e resultados transitados” do balanço.

No entanto, “considerando que a Caixa dispõe de uma situação financeira robusta e que a alteração do montante a entregar ao acionista não prejudica a sua capacidade de cumprir com os requisitos legais e regulamentares, designadamente, prudenciais” e  considerando que os resultados líquidos consolidados da CGD atingiram um valor total de 583,4 milhões de euros (que, deduzido do montante proposto para reserva legal, totaliza 495 milhões), o banco propõe um reforço do dividendo a entregar ao Estado.

“O conselho de administração propõe que, uma vez aprovada a aplicação de resultados apresentada nos documentos de prestação de contas relativos ao exercício de 2021, seja deliberada a distribuição de um montante adicional, no valor de 137.160.380 euros [137,2 milhões], nos mesmos termos e condições da deliberação do passado dia 29 de novembro de 2021”, referiu a CGD em comunicado na altura. Esta proposta foi aprovada depois na AG de 31 de maio.

Assim, nos termos desta proposta, “a Caixa procederá à entrega ao Estado português, na qualidade de seu acionista único, de um valor total de 378.231.345 euros”.

Recomendadas

Banco de Portugal volta a dispensar bancos de reserva contracíclica a partir de 1 de julho

A reserva contracíclica corresponde a uma reserva adicional que tem como objetivo proteger o setor bancário nos períodos em que o risco aumenta. Banco de Portugal mantém os 0% para o terceiro trimestre.

BCP é o banco que mais empresas ajudou a obter o Estatuto Inovadora da COTEC em 2022

A maioria das empresas apoiadas pelo Millennium bcp para obter o Estatuto Inovadora tem entre 11 e 20 anos (158 empresas) e entre 21 e 30 anos (152 empresas) de vida. Porto é o distrito com mais Empresas Inovadoras (145 empresas) apoiadas pelo Banco, à frente de Lisboa (121), Aveiro (102) e Braga (81), diz o BCP.

Linhas de Capitalização: que fundos para PMEs e startups? Veja a JE Talks

Pedro Neto, partner da Moneris e Ricardo Vale, coordenador comercial da Yunit Consulting irão abordar as melhores estratégias que as empresas podem adotar para entregar as suas candidaturas, numa iniciativa onde serão ainda dissecados os apoios existentes para PME e startups.
Comentários