CGD vai alienar participação num dos dois bancos do grupo em Cabo Verde até 2020

Caixa Geral de Depósitos vai proceder à alienação da sua participação acionista no Banco Comercial do Atlântico.

Cristina Bernardo

A Caixa Geral de Depósitos anunciou em comunicado à CMVM que ficou comprometida a alienar até ao final de 2020 a sua participação acionista num dos dois bancos do Grupo na República de Cabo Verde, no seguimento da revisão do seu Plano Estratégico, acordado com a Direção Geral da Concorrência da Comissão Europeia.

A Caixa Geral de Depósitos informa que deliberou proceder à alienação da sua participação acionista no Banco Comercial do Atlântico, iniciando o processo e o desenvolvimento dos respetivos trâmites legais e processuais a partir de Janeiro de 2019.

“A Caixa Geral de Depósitos mantém e renova o seu compromisso com o desenvolvimento da economia de Cabo Verde e o apoio aos seus clientes e agentes económicos através da sua participação no Banco Interatlântico, que pretende desenvolver e consolidar”, pode ler-se em comunicado.

Relacionadas

CGD vai vender participação no cabo-verdiano Banco Comercial do Atlântico

Paulo Macedo fez este anúncio em declarações aos jornalistas no final de um encontro com o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.
Recomendadas

Luís Laginha de Sousa quer reafirmar caminho que tem sido feito pela CMVM

As linhas de atuação da nova administração do regulador de mercados, cuja cerimónia de tomada de posse decorreu esta segunda-feira no Ministério das Finanças, não significam “qualquer rutura com o caminho” seguido até agora, garante o novo presidente da CMVM que quer reforçar a articulação entre os supervisores.

Empréstimos à habitação continuam a abrandar, segundo Banco de Portugal

No final de outubro, o montante total de empréstimos para habitação era de 100,1 mil milhões. Outros dados do Banco de Portugal dão conta que o stock de empréstimos às empresas registou um valor de 76,2 mil milhões de euros, diminuindo 480 milhões de euros em relação ao mês anterior e registando uma taxa de variação anual de 1,1% (1,4% no mês anterior).

ASF: Seguros e fundos de pensões vão ter papel importante no contexto atual

As declarações foram feitas durante a cerimónia de apresentação dos novos membros da ASF, nomeadamente Adelaide Marques Cavaleiro e Diogo Alarcão, mas também da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), realizada esta segunda-feira.
Comentários