Chamadas para concursos com impacto nos resultados trimestrais da Impresa

O lucro da Impresa mais que duplicou (109,9%) nos primeiros nove meses do ano, face a igual período de 2013, para 5,6 milhões de euros, anunciou a dona da SIC e do semanário Expresso. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Impresa adianta que em igual período as receitas consolidadas […]

O lucro da Impresa mais que duplicou (109,9%) nos primeiros nove meses do ano, face a igual período de 2013, para 5,6 milhões de euros, anunciou a dona da SIC e do semanário Expresso.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Impresa adianta que em igual período as receitas consolidadas subiram 2,2% para 172,8 milhões de euros.

“No terceiro trimestre de 2014, as receitas consolidadas foram de 53,5 milhões de euros, o que representou uma descida de 5,7% em relação ao valor de 56,7 milhões de euros registado no terceiro trimestre de 2013”, refere a Impresa.

“Esta descida no trimestre foi originada pela entrada em vigor do acordo de autorregulação de concursos com participação telefónica, celebrado entre as operadoras, com consequente impacto nas outras receitas”, disse.

O resultado antes de impostos, juros, amortizações e depreciações (EBITDA) aumentou 4,1% para 19,8 milhões de euros.

OJE/Lusa

Recomendadas

Mobilidade Sustentável: conheça a aposta da Schindler

Com a missão de ser cada vez mais sustentável, a Schindler estabeleceu para o ano de 2030 uma redução de 50% nas emissões de gases com efeito de estufa das suas atividades, com base nos dados de 2020.

Receitas das estações de serviço na Ibéria cresceram 29% em 2021 devido à subida dos preços

De acordo com a análise que a Informa D&B realizou a este setor, em 2021 o mercado ibérico registou um aumento significativo de 10,6% face a 2020 no volume das vendas de gasolina e gasóleo, que corresponde a 38,30 milhões de toneladas de combustível.

Dona da Betano celebra primeiro ano da TechHub de Lisboa com reforço das equipas

O Tech Hub da Kaizen Gaming em Lisboa já emprega trinta pessoas e o objetivo passa por continuar a crescer no mercado português. Nesse sentido, serão abertas vagas para diversas funções.