PremiumChega a Portugal uma ‘cloud’ de marca branca pela mão dos espanhóis da Jotelulu

A startup madrilena, que criou um ‘marketplace de serviços na nuvem, quer desafiar a oferta de empresas como a Amazon Web Services ou a Google ao dar às PME a oportunidade de digitalizar a sua informação com “marca branca”.

A startup espanhola Jotelulu, que desenvolveu uma plataforma digital de serviços na nuvem (cloud), assentou arraiais em Portugal para desafiar gigantes tecnológicas como a Google ou a Amazon Web Services com uma oferta de “marca branca” que faça sentido para a grande maioria do tecido empresarial português: pequenas e médias empresas (PME).

“Por um lado, vemos uma clara oportunidade no mercado português. Portugal tem um potencial incrível ao nível da cloud e está a crescer imenso. Por outro lado, há sobretudo grandes players – como a Amazon, a Azure [Microsoft] e a Google Cloud – que estão a comer o mercado todo”, disse ao Jornal Económico (JE) o diretor de Marketing da Jotelulu.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Presidente da Ryanair antecipa subida de preços nas ‘low-cost’

Michael O’Leary diz que o preço médio por bilhete deverá subir entre 10 a 20 euros nas viagens low-cost, que estão a tornar-se, segundo o mesmo, “demasiado baratas”.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários