Chega diz que resultados em Itália abrem caminho a “uma reconfiguração política da Europa”

O Chega diz também estar estar seguro “de que estes ventos de mudança irão chegar a Portugal”.

Diogo Pacheco de Amorim com André Ventura

Neste fim de semana, o “Fratelli d’Italia” alcançou o poder numa coligação de direita e o Chega saudou a vitória e considerou que os resultados abrem caminho a “uma reconfiguração política da Europa”.

“O Partido CHEGA saúda a direita italiana pelos resultados obtidos nas eleições, congratulando-se especialmente com a votação obtida pelos seus congéneres europeus, liderados por Giorgia Meloni e Matteo Salvini”, disse o partido em comunicado.

Para o Chega, “os resultados obtidos por Giorgia Meloni e Matteo Salvini nas eleições italianas abrem caminho a uma verdadeira mudança de políticas em Itália e, ao mesmo tempo, a uma reconfiguração política da Europa”.

“Depois da Suécia, é agora a vez de a Itália dar mais um sinal claro de que o Continente Europeu está em profunda mudança e que os eleitores confiam cada vez mais nos partidos que defendem, sem reservas, a soberania dos seus povos, as suas tradições e valores civilizacionais, como é o caso do CHEGA em Portugal”, sublinha o partido liderado por André Ventura.

No comunicado, o Chega defende ainda estar seguro “de que estes ventos de mudança irão chegar a Portugal e que também os portugueses terão direito a virar a página e eleger quem seja capaz de defender os seus interesses.

Os “Fratelli d’Italia”, cuja líder é Giorgia Meloni, saíram vencedores das eleições este domingo. A coligação de direita formada com Sílvio Berlusconi (Forza Italia) e Matteo Salvini (Liga Norte) obteve entre 41% e 45% dos votos nas eleições italianas.

Recomendadas

Paciência zero para a política Covid zero na China. Ouça o podcast a “A Arte da Guerra”

A política de Covid zero começa a fazer mossa na China com o confinamento de centenas de milhões de pessoas a desencadear protestos pouco comuns na presidência de Xi Jinping. Os incidentes diplomáticos no Qatar e a perseguição aos curdos por parte de Erdogan são também temas em análise.

Partidos votam contra ensino do português no estrangeiro gratuito

O único dos nove diplomas sobre ensino do português no estrangeiro que acabou por ser aprovado foi um projeto de resolução da iniciativa do Partido Socialista (PS).

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários