Cheirar cola ou colocar roupa num estendal é proíbido nos Estados Unidos. Sabia?

Cheirar cola, roubar lagostins, dizer asneiras enquanto conduz ou pronunciar mal o nome do estado onde vive. Eis as leis mais bizaras da lei americana.

Segundo o artigo VII do código da cidade de Mobile, no estado de Alabama, o uso da cola é alvo de várias limitações. Entre elas, o ato de cheirá-la ou de influenciar alguém a fazê-lo pode valer-lhe uma multa superior a 400 euros. Mas as punições relativas à substância aderente não ficam por aqui. A venda deste material é expressamente proíbida a menores de 17 anos, segundo se lê na secção 39-175 do código da cidade. Se for necessário comprá-la para fins escolares ou didáticos, o menor tem de ir acompanhado pelos pais que, por sua vez, são obrigados a levar um consentimento escrito que deve ser assinado na presença do vendedor. Este último tem ainda de preencher um formulário estatal comprovativo da venda, com os dados completos do menor e do seu encarregado, que deve ficar disponível para consulta durante o período de, pelo menos, um ano. Apesar de insólita, esta não é a única lei bizarra que consta nos códigos da cidade. A venda de confettis e serpentinas também é ilegal.  Se usar um destes acessórios festivos, a multa pode chegar aos 14 mil euros.

Mas se acha que as leis estaduais americanas se resumem a Alabama, desengane-se. Na verdade, os regulamentos americanos estão apinhados de seções inéditas. As leis de Arkansas incluem um capítulo completo dedicado à pronúncia correta do nome do estado. Na legislação de 2010, lê-se que “a única e verdadeira pronúncia” da palavra Arkansas deve obedecer a três regras de dição – o ‘s’ final deve ser silencioso, o ‘a’ em cada uma das três sílabas deve ser entoado com som italiano e a primeira e última sílaba deve ser lida como se tivesse um acento.

Em Iwoa, ‘vender gato por lebre’ é ilegal, especialmente no que toca a…manteigas. Neste estado, e segundo o código de 2013, publicitar margarinas (um produto à base de gorduras vegetais) como se fossem manteigas (um produto lácteo) pode valer-lhe uma multa até 500 euros. Já roubar lagostins é expressamente proíbido no estado de Louisiana. Segundo o Código Penal da zona costeira dos Estados Unidos, o roubo ou apropriação de lagostins alheios pode custar-lhe dez anos de prisão ou uma multa até 1300 euros. Em Rockville, no estado de Maryland, querem-se condutores (e peões) calmos e educados e, por isso, é expressamente proíbido dizer asneiras, ou qualquer tipo de linguagem obscena, enquanto se conduz ou se anda na via pública. Se nada disto lhe choca, resta-nos dizer-lhe que os estendais de roupa eram considerados ilegais na maior parte dos estados americanos até há bem pouco tempo. Em 2013, o movimento ‘Right to Dry’, que luta pela despenalização dos estendais no continente americano, tornou-se viral e vários foram os estados concordaram com a reformulação da lei, em grande parte por questões ambientais. Porém, dos 50 estados, apenas 20 permitem a utilização deste modo de secagem de roupa.

Recomendadas

Ucrânia corta relações diplomáticas com a Rússia e apela a aliados que façam o mesmo

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano pediu aos seus aliados que cortem relações diplomáticos com a Rússia, no seguimento do que a própria Ucrânia fez hoje.

Decisão de Bruxelas sobre a vacina russa Sputnik V será “impossível” de alcançar ainda este ano

A revisão da eficácia da vacina por parte da entidade arrancou em março deste ano com a previsão de que a sua aprovação ou rejeição seria anunciada entre maio e junho. Agora, fonte da EMA garante que a decisão só chegará no primeiro semestre de 2022.

PremiumMoïse é o último caso da longa lista de estadistas assassinados

Presidente do Haiti tornou-se o sétimo chefe de Estado ou Governo a ter morte violenta no século XXI. Atentados e golpes militares eram mais comuns nos anos 70 e já quase não acontecem no Ocidente.
Comentários