China: idosos proibidos de namorarem no Ikea

Loja argumenta que os idosos passam o dia na cafetaria e que têm comportamentos indecorosos.

O restaurante do Ikea de Xangai, na China, tornou-se um local de convívio e encontros amorosos entre idosos, o que tem incomodado a direção. Esta semana, para acabar com esta situação, a direção do Ikea emitiu um aviso que proíbe que os clientes fiquem durante muito tempo no local se não estiverem a consumir, informa o DN.

A ação foi direcionada aos idosos pois, segundo os locais, eles compram uma chávena de café ou um pão “e passam o dia todo só a conversar uns com os outros” na cafetaria, de acordo com a BBC. Os idosos aparecem normalmente às terças e quintas-feiras e os funcionários acreditam que se trata de um grupo de encontros às cegas.

Como se a ocupação por tempo indevido não fosse suficiente para aborrecer os responsáveis pela loja de móveis, por vezes os idosos envolvem-se em confusões. No aviso colocado à porta do restaurante, a direção diz que tem recebido queixas de clientes que testemunharam cuspidelas, discussões e lutas.

“A situação tem afetado negativamente a experiência de jantar e a segurança da maioria dos nossos clientes”, continua a direção do Ikea no aviso. “A partir de hoje, o restaurante vai ser em primeiro lugar para quem compra a sua comida.”

“Sem comida, não há lugar”, diz o cartaz que tem causado polémica e levou muitos a dizerem que o Ikea está a discriminar os mais velhos.

Um homem, que se identifica como Qiu e diz ter 86 anos, disse ao jornal estatal Global Times que já tentou ir a outros restaurantes mas encontrou pouca gente. “Nós já fomos a restaurantes fast-food como o McDonalds mas quase não havia companheiros lá”.

“Nós sentimo-nos como aliens – rodeados por jovens. Se houver algum sítio em Xangai onde idosos se possam juntas, nós estamos mais do que prontos para pagar o dobro e viajar para mais longe”, continuou Qui, segundo a BBC.

Há consumidores que defendem a atitude da direção e relembram que as atitudes dos idosos incomodavam os outros e o negócio da loja. Alguns relembram que várias vezes estas pessoas mais velhas foram filmadas e fotografadas a dormir nos sofás e camas do Ikea, o que dá um mau aspeto à loja.

 

Recomendadas

Castro Marim é mais uma vez Autarquia + Familiarmente Responsável

O Município liderado por Francisco Amaral, que foco um muito particular na educação e na saúde, prepara-se para avançar brevemente com um programa de financiamento para próteses dentárias.

BPI financia tecnologia que promove autonomia de pessoas com paralisia cerebral

App, acessível por smartphone, tablet ou computador, permite aos residentes emitir um pedido de assistência que assume a forma de alerta enviado aos colaboradores da instituição. Em 2022 foram lançados 4.590 pedidos de assistência.

“A educação não é serviço mínimo”. CGTP-IN e Bloco acusam Governo de pôr em causa direito à greve

Segundo a CGTP-IN, liderada por Isabel Camarinha, a decisão de impor serviços mínimos nas escolas, ontem decidida pelo Tribunal Arbitral, “é inédita” no nosso país e procura abrir um precedente para “pôr em causa o direito à greve”.
Comentários