China suspende negociações climáticas com EUA depois de visita de Pelosi a Taiwan

Também foi anunciado o cancelamento dos diálogos entre os ministérios de Defesa dos EUA e da China, o que pode aumentar o risco de uma escalada perigosa no Estreito de Taiwan.

A China suspendeu esta sexta-feira as negociações climáticas com os EUA como parte de um pacote de medidas de retaliação à visita da presidente do Congresso norte-americano, Nancy Pelosi, a Taiwan, que incluiu também sanções à dirigente e à sua família. O diálogo entre os ministérios de Defesa das duas superpotências também foi cessado.

Segundo o “Politico”, a medida marca um retrocesso no diálogo intensificado sobre alterações climáticas entre as duas maiores economias do mundo no ano passado – apesar de uma relação estratégica bilateral difícil -, nomeadamente um acordo para reduzir a emissão de metano à margem das negociações da COP26, dinamizada pela ONU. Agora não está claro se Pequim continuará a honrar a sua parte do acordo.

A decisão de Pequim foi anunciada na emissora estatal “CCTV” juntamente com outras medidas de segurança, incluindo o cancelamento dos diálogos entre os ministérios de Defesa dos EUA e da China, o que pode aumentar o risco de uma escalada perigosa no Estreito de Taiwan.

Ademais, a China também anunciou sanções contra Pelosi e a sua família próxima, acusando-a de violar a soberania chinesa sobre Taiwan – a política de “Uma China” que rege a ilha -, segundo comunicado oficial do ministério dos Negócios Estrangeiros.

Recomendadas

França. Seis mil pessoas evacuadas devido aos incêndios a sudoeste

O sudoeste francês continua a sofrer com as altas temperaturas e, esta quarta-feira, o fogo, que já tinha estado ativo em julho, reacendeu e obrigou a evacuamentos, com o governo gaulês a duplicar o número de bombeiros para os mil, com o apoio de meios aéreos.

ICNF disponível para apoiar ações de venda de madeira ardida

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) está disponível para apoiar autarquias, organizações de produtores florestais e proprietários em ações de venda de madeira ardida resultante dos incêndios, disse hoje o seu presidente.

“É imoral”. Guterres critica lucros ‘excessivos’ de empresas de petróleo e gás

Guterres disse que os lucros combinados das maiores empresas de energia no primeiro trimestre do ano foram de quase 100 mil milhões de dólares. Em paralelo, entre agora e o final do ano, 345 milhões de pessoas estarão em “insegurança alimentar aguda”.
Comentários