China: Vendas a retalho caem inesperadamente antes do levantamento das medidas pandémicas

O mercado esperava um crescimento tímido de 1,0% neste indicador, mas a leitura de outubro mostrou um recuo de 0,5%, resultado que deverá ser revertido com o levantamento de parte das medidas anti-Covid. No investimento e produção industrial, os detalhes são chave.

Os números divulgados pela China quanto à produção industrial e investimento em outubro ficaram em linha com o esperado pelo mercado, mas as vendas a retalho recuaram inesperadamente, num percalço que, projetam os analistas, reflete os efeitos da política ‘Covid zero’ na economia real, mas que deverá ser revertido com o levantamento parcial das medidas pandémicas e com a época festiva.

O recuo de 0,5% nas vendas a retalho contrasta com o aumento esperado de 1,0%, isto numa altura em que a segunda maior economia do mundo se debatia ainda com confinamentos pesados que complicaram a atividade económica. Mais, outubro é um mês de feriados na China, pelo que os resultados surpreenderam ainda mais pela negativa.

Como levantamento de algumas medidas anti-Covid, decisão comunicada a 11 de novembro, a expectativa é que estes valores recuperem já a partir do próximo mês. A época festiva terá também um impacto positivo ao consumo na economia chinesa, antecipam os analistas.

O investimento em outubro cresceu 5,8% e a produção industrial aumentou 5,0%, ambos os resultados marginalmente abaixo das projeções de 5,9% e 5,2%, respetivamente, do mercado. Estes resultados animaram o mercado, embora a análise do banco neerlandês ING destaque alguns detalhes contraditórios.

O investimento em ativos fixos cresceu em todas as categorias, com os equipamentos eletrónicos e maquinaria a registarem o maior impulso, ao aumentarem 39,7% em termos homólogos. Para o ING, tal significa que “o pedido do governo para o avanço tecnológico está a progredir”, embora o sector dos semicondutores dê sinais de fraqueza.

Apesar do avanço da produção industrial, denota a análise do banco neerlandês, a maior contração registou-se nos circuitos integrados, que recuaram 26,7%. Isto sinaliza que “o ambiente externo para a China está a abrandar, o que irá afetar exportações e a atividade industrial relacionada, bem como empregos e salários” no sector.

Recomendadas

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.

Há um “caminho longo” a percorrer no envelhecimento ativo, diz a ministra da Coesão Territorial

“Sabemos hoje mais sobre as maleitas dos mais velhos e sabemos como as evitar”, sublinhou Ana Abrunhosa, reiterando que “todos queremos envelhecer com qualidade”.

Apoio às famílias pode mitigar desaceleração da economia, prevê Fórum para a Competitividade

O pacote de apoios preparado pelo Governo como resposta à inflação pode mitigar a desaceleração da economia, mas o próximo ano apresenta-se repleto de riscos de desafios. Salários reais devem voltar a cair, prevê o Fórum para a Competitividade.
Comentários