Ciberataques a dispositivos móveis com aumento considerável este ano

O relatório bianual desenvolvido pela S21sec refere que os dispositivos móveis tornaram-se um dos principais alvos dos cibercriminosos nos primeiros seis meses do ano, registando-se um aumento maior na atividade de malware móvel.

O número de ciberataques a dispositivos móveis aumentou substancialmente este ano, de acordo com dados presentes no Threat Landscape Report, dado a conhecer esta terça-feira.

O relatório bianual desenvolvido pela S21sec refere que os dispositivos móveis tornaram-se um dos principais alvos dos cibercriminosos nos primeiros seis meses do ano, registando-se um aumento maior na atividade de malware móvel.

Numa nota enviada ao Jornal Económico a propósito da divulgação das conclusões, é citado o Relatório Digital Global Statshot de abril deste ano, que indica que 67% da população mundial utiliza atualmente um dispositivo móvel, do total de 7,93 mil milhões de pessoas.

“Isto significa que mais de 5,32 mil milhões de pessoas em todo o mundo têm um dispositivo móvel, armazenando cada vez mais informação sensível tanto na memória do dispositivo como na cloud: desde fotografias pessoais a dados bancários, palavras-passe e informação da empresa onde trabalham. Desta forma, os cibercriminosos encontraram um novo alvo para os seus ataques, com a capacidade de aceder a conteúdos armazenados em smartphones e comprometer qualquer informação relacionada com o utilizador”, é ainda referido no mesmo comunicado.

“Como tem sido o caso nos últimos anos e nos primeiros seis meses de 2022, tem havido um aumento na atividade de malware móvel. Os cibercriminosos acrescentaram smartphones e tablets à lista de alvos prioritários, o que levou a um aumento das ciber ameaças que visam especificamente estes dispositivos”, explica Hugo Nunes, responsável da equipa de Intelligence da S21sec em Portugal.

Recomendadas

APB promove Open Day na banca para ensinar jovens a poupar e investir

“Ao longo da semana, iremos realizar dois webinars destinados aos alunos do ensino secundário e profissional sobre as opções de investimento disponíveis para quem quer começar a investir e os cuidados a ter na contratação destes produtos online”, anuncia a Associação Portuguesa de Bancos.

Conheça algumas dicas para poupar no supermercado

A DECO, em parceria com a Junta de Freguesia do Caniço, irá dinamizar uma ação de sensibilização sobre “Comer bem é mais barato” no próximo dia 11 de outubro, pelas 15h30.

Respostas Rápidas: como deve investir a pensar na reforma?

Com uma estrutura demográfica cada vez mais envelhecida, as dúvidas em torno da sustentabilidade da Segurança Social no médio-prazo reforçam o papel da poupança privada no rendimento dos portugueses em reforma, pelo que importa compreender os vários instrumentos financeiros ao seu dispor.
Comentários