Claranet procura contratar mais de uma centena de profissionais de IT (com áudio)

Depois de um ano fiscal positivo, a empresa quer contratar mais de cem profissionais de IT para os escritórios de Lisboa, Porto e Viseu ao longo dos próximos seis meses.

A Claranet está a recrutar mais de uma centena de profissionais de IT. A empresa portuguesa de tecnologias de informação fechou o ano fiscal de 2022 – que terminou no final de junho – com um volume de negócios acima dos 200 milhões de euros. Este crescimento homólogo de 77%, refere a empresa em comunicado, sustenta “previsões de crescimento significativo para 2023”.

“Este crescimento, juntamente com as previsões para os próximos meses, levaram a Claranet a rever a sua estratégia de recrutamento e a prever a aberutra de mais de uma centena de posições”, lê-se na nota enviada às redações. Esta vaga de contratações deverá ficar concluída ao longo dos próximos seis meses, sublinha a empresa, e a maioria das posições serão integradas nas equipas de engenharia.

Sendo a Claranet uma empresa especialista em soluções de Cloud, cibersegurança e dados, os perfis procurados encaixam nestas áreas e noutras, como Operações e Inteligência Artificial.

No mesmo comunicado, o managing director da Claranet, Miguel Ferreira, garante que a empresa portuguesa conseguiu “atingir a liderança do mercado de IT”, mas salienta que há potencial por concretizar no mercado nacional.

“O mercado português tem ainda muito potencial de crescimento para serviços geridos de Cloud, cibersegurança, workplace e dados”, diz, acrescentando que a estratégia deverá passar por manter o investimento na inovação. “Vamos crescer também em número de colaboradores, em contraciclo com aquilo que tem sido anunciado por várias grandes empresas de tecnologia”.

O responsável acrescenta que as novas contratações vêm “suportar um número crescente de contratos de serviços de IT, cada vez de maior dimensão e complexidade, críticos para a atividade dos nossos clientes”.

As vagas são destinadas aos escritórios da empresa em Lisboa, Porto e Viseu, com a possibilidade de trabalhar em ambiente híbrido, isto é, tanto presencial como remoto. Preenchidas as posições, a Claranet terá mais de mil colaboradores em Portugal.

Consulte aqui as vagas em aberto.

Os colaboradores contratados poderão trabalhar nos escritórios da Claranet em Lisboa, no Porto e em Viseu, com possibilidade de optarem por um ambiente híbrido, com trabalho remoto.

Recomendadas

Investimento na floresta com evolução positiva mas insuficiente

O investimento na floresta teve em 2021 uma evolução “ligeiramente positiva” mas insuficiente para alcançar as metas definidas para o setor, indica um barómetro divulgado pelas associações Zero e Centro Pinus.

‘Metrobus’ do Porto: obras arrancam durante a semana

O projeto do ‘metrobus’ do Porto, entre a Rotunda da Boavista e a Praça do Império, vai ser apresentado na segunda-feira, devendo as obras começar ainda durante a próxima semana.

Stanton Chase Portugal reforça com novo diretor executivo

José Bancaleiro, sócio fundador, que desempenhava a função agora ocupada por Nuno Moreira, mantém-se na empresa de executive search como partner e presidente.
Comentários