Clientes no mercado livre de eletricidade sobem 1,8% para 5,5 milhões em março

O número de clientes no mercado livre de eletricidade aumentou em cerca de 9.000 em março, face ao mês anterior, e subiu 1,8% em termos homólogos, para um total acumulado que ronda 5,5 milhões, divulgou hoje a ERSE.

O número de clientes no mercado livre de eletricidade aumentou em cerca de 9.000 em março, face ao mês anterior, e subiu 1,8% em termos homólogos, para um total acumulado que ronda 5,5 milhões, divulgou hoje a ERSE.

De acordo com o Boletim do Mercado Liberalizado de Eletricidade relativo a março de 2022, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), em termos de consumo registou-se um acréscimo de 198 TWh (Terawatt-hora) face a fevereiro, atingindo 42.541 GWh (Gigawatt-hora).

Em março, o mercado livre representava mais de 85% do número total de clientes e cerca de 94% do consumo em Portugal Continental, demonstrando um aumento de 0,6 pontos percentuais e uma redução de 0,8 pontos, respetivamente, face ao peso relativo do mês homólogo.

Segundo a ERSE, “a quase totalidade” do número de clientes do mercado livre concentra-se no segmento dos clientes residenciais, que representaram 98,9% do total.

O segmento de clientes residenciais, que representa 38% do consumo do mercado livre, apresentou uma redução (1,3%) face ao período homólogo, seguindo-se os clientes industriais (33,7%) e os grandes consumidores (21,3%).

O segmento dos pequenos negócios é o que apresenta menor representatividade em termos de consumo (7,1%), tendo apresentado uma ligeira redução (0,5%) no peso no consumo face ao mês do ano precedente.

Em termos de quota de mercado, a EDP Comercial manteve a posição como principal operador no mercado livre em número de clientes (74%) e em consumo (42%).

Face a fevereiro, a quota da EDP Comercial reduziu-se em 0,1 pontos percentuais em número de clientes e em 0,4 pontos em termos de consumo.

A Endesa e a Goldenergy registaram, em março, um aumento nas suas quotas em número de clientes de 0,2 e 0,1 pontos percentuais, respetivamente.

Por outro lado, a Iberdrola e o conjunto de comercializadores agrupados na rúbrica “Outros” registaram uma redução de quotas de 0,2 e 0,1 pontos percentuais, respetivamente.

Em março, a EDP manteve a liderança no segmento de clientes industriais (25%), registando uma descida de 1,3 pontos percentuais da sua quota de mercado face a fevereiro.

Já o segmento dos grandes consumidores é liderado pela Iberdrola (26%), que apresentou uma subida da sua quota em 0,2 pontos percentuais relativamente a fevereiro.

Os dados da ERSE apontam ainda que a concentração de mercado, em relação ao mês anterior, diminuiu 0,2 pontos percentuais em número de clientes e 0,6 pontos em termos de consumo.

Recomendadas

Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

46 corpos de migrantes encontrados dentro de camião no Texas; Líderes mundiais condenam “abominável” ataque russo a centro comercial ucraniano; Número de mortos após ataque a centro comercial em Kremenchuk sobe para 18.

Funcionários públicos com aumentos vão manter pontos para progressão na carreira

Os funcionários públicos que vejam os seus rendimentos subir por via das anunciadas mudanças nos salários de entrada nas carreiras de assistente técnico e técnico superior não vão perder os pontos para efeitos de progressão. Aumento de 48 euros dos assistentes técnicos deverá ser retroativo a janeiro.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta terça-feira

Conferência. Costa quer 10GW de energia do mar até 2030; NATO responde à ameaça russa com maior reforço militar de sempre a leste; Rússia começa a fechar torneira do gás, mas reservas nacionais estão a 100%
Comentários