CML abre apoios de três milhões para proprietários e inquilinos afetados por cheias

Candidaturas para os comerciantes termina a 31 de janeiro, já no fim do mês, e para os inquilinos ou proprietário acaba a 21 de março.

NUNO VEIGA/LUSA

A Câmara Municipal de Lisboa abriu o programa de apoio às famílias e proprietários para compensar os prejuízos de mau tempo. O programa tem uma dotação total de três mil euros e as candidaturas do programa abrangem danos em bens móveis ou condições de habitabilidade.

O projecto tem como objectivo a atribuição de apoios financeiros para repor as condições de habitabilidade nas habitações afectadas pelas condições meteorológicas adversas que se sentiram no passado mês de dezembro de 2022.

Para este programa podem candidatar-se proprietários, arrendatários, usufrutuários e comandatários de fogos habitais, uma vez que o apoio abrange os danos em bens móveis das habitações e nos próprios fogos habitacionais. No entanto, os veículos automóveis estão excluídos do apoio, bem como bens cobertos por seguro.

A CML atribui uma verba de mil euros às famílias que não têm crianças e idosos a seu cargo e o valor de dois mil euros às famílias que têm crianças e idosos.

A candidatura para este programa termina 21 de março e é necessário o preenchimento de um registo.

Por sua vez, os proprietários de imóveis não habitacionais podem ver o apoio do mau tempo chegar aos dez mil euros. Neste caso, o prazo para as candidaturas termina a 31 de janeiro.

O apoio visa ajudar à reparação, aquisição de equipamentos, reposição de stocks danificados ou obras necessárias nos estabelecidos comerciais. Este programa tem uma dotação global de 750 mil euros.

Relacionadas

Régua estima prejuízos de 1,3 milhões de euros essencialmente nas estradas devido ao mau tempo

“Já estamos com valores de prejuízos que estimamos que andam na ordem de 1,3 a 1,4 milhões de euros. O grosso é nas derrocadas que têm acontecido nas vias que são da nossa responsabilidade”, afirmou hoje à agência Lusa o presidente da autarquia do distrito de Vila Real, José Manuel Gonçalves.

Mau tempo: Estado vai financiar integralmente obras da Fortaleza de Valença (com áudio)

Duas zonas da muralha sofreram derrocadas no dia 01 de janeiro e outras partes daquela estrutura foram identificadas como estando em risco de derrocada, com diversas fissuras.

Mau tempo: Cascais não pediu apoio ao Governo apesar de prejuízos de 18 milhões de euros (com áudio)

A zona mais crítica foi a Baixa de Cascais, zona historicamente afetada pelas intempéries, uma vez que algumas construções “se encontram abaixo do leito da ribeira”.

Mau tempo: Área Metropolitana de Lisboa com cerca de 60% dos prejuízos reportados

Segundo o Governo, 69 municípios reportaram prejuízos relacionados com o mau tempo em dezembro e outros 10 com a chuva forte que caiu em janeiro, sobretudo no Alto Minho.

Mau tempo: Prejuízos de 293 milhões de euros. Governo concede apoio de 185 milhões

A chuva forte e persistente que caiu em dezembro e este mês causou prejuízos de 293 milhões de euros e o volume dos apoios a conceder ascende a cerca de 185 milhões de euros, anunciou hoje o Governo.

Cheias em Lisboa. Seguradoras estimam ter de pagar 18,6 milhões de euros em indemnizações

As seguradoras receberam, até ao momento, 7.737 participações de sinistros, pelas quais estimam pagar indemnizações no valor de mais de 18,6 milhões de euros devido às inundações ocorridas na Área Metropolitana de Lisboa, adianta a APS.

Governo cria instrumento para facilitar apoio a empresas afetadas por situações adversas

O Governo aprovou hoje a criação de um instrumento jurídico para apoiar as empresas afetadas por situações adversas, inclusive incêndios e inundações, “com prejuízos diretos até 200 mil euros”, a ser acionado através de resolução do Conselho de Ministros.

Lisboa viabiliza proposta de 740 mil euros para apoiar comércio local

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou por unanimidade a proposta da câmara para a disponibilização de 740 mil euros para apoiar o comércio local afetado pelas recentes intempéries na capital, com alterações sugeridas pelo CDS-PP sobre os critérios.

Mau tempo. Odivelas regista prejuízos superiores a seis milhões e disponibiliza apoios

A Câmara de Odivelas regista prejuízos superiores a seis milhões de euros no concelho na sequência do mau tempo, estimou à Lusa o presidente da autarquia, acrescentando que vão existir apoios municipais.

PremiumAutarquias e Governo prometem apoios a lesados pelas cheias

Câmaras de Lisboa, Oeiras e Loures anunciaram apoios e, da parte do Governo, a ministra da Presidência prometeu que as ajudas às populações afetadas pela intempérie vão ser aprovadas em breve.
Recomendadas

Ucrânia: Portugal abriu 103 processos envolvendo crianças e três estão em famílias de acolhimento

Desde que começou a guerra na Ucrânia, a 24 de fevereiro do ano passado, Portugal atribuiu 14.082 proteções temporárias a menores ucranianos, representando cerca de 25% do total dos refugiados que fugiram do conflito.

Escolas do Porto param hoje na última etapa da greve por distritos

Ao 18.º dia, a greve nacional por distritos, convocada por oito organizações sindicais, chega ao Porto, onde se espera um índice de adesão quase total. Para o próximo sábado está marcada uma grande manifestação em Lisboa.

Ucrânia: Programa levará crianças ucranianas a passar férias em Portugal

“Como um país seguro, Portugal foi visto como uma boa opção para organizar o programa, pelo que vamos preparar tudo para responder a esta necessidade, procurando que Portugal seja mais uma vez um espaço de acolhimento”, apontou Ana Mendes Godinho.
Comentários