CMVM lança o Via Mercado em Aveiro

“Esta é uma iniciativa que procura promover o acesso das empresas ao mercado de capitais“, diz a CMVM.

A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou hoje o lançamento hoje do “Via Mercado” em Aveiro, no encontro do Roteiro para o Financiamento em Mercado.

“Esta é uma iniciativa que procura promover o acesso das empresas ao mercado de capitais e criar um canal de comunicação, permanente e dinâmico, com o tecido empresarial nacional e todos os demais agentes de mercado, facilitando, desta forma, a construção de um ecossistema que valorize as opções de financiamento através do mercado” avança a CMVM.

O encontro que decorre em Aveiro tem também como objetivo “sensibilizar para as vantagens deste tipo de financiamento, no seguimento do lançamento do Guia do Emitente, uma ferramenta digital de apoio às empresas no acesso ao mercado de capitais”, revela o regulador dos mercados.

Nestas discussões irão participar representantes de empresas emitentes, sociedades de capital de risco e representantes da AIP, APAF, APFIPP, BRP, COTEC Portugal, Euronext e IAPMEI, parceiros da CMVM na organização do encontro.

“Esta iniciativa insere-se num projeto definido no Plano Estratégico da CMVM para 2022-2024 desenvolvido no âmbito do programa de promoção do acesso das empresas ao mercado de capitais com a assistência financeira da Comissão Europeia”, lê-se no comunicado.

 

 

Recomendadas

PSI encerra sessão em alta ligeira em contraste com generalidade dos mercados europeus

O banco liderado por Miguel Maya cessou o dia com ganhos de 1,23% para 0,1479 euros, seguido da NOS, com 1,21% para 3,83 euros. A Semapa terminou o dia a subir 1,90% para 13,98 euros.

Wall Street arranca semana em baixa

Assim, na abertura de Wall Street, o Dow Jones perde 0,62% para 34.217,92 pontos, o S&P 500 cede 0,69% para 34.217,92 pontos e o tecnológico Nasdaq recua 0,54% para 11.399,31 pontos. 

PSI cresce 2,5% em novembro e reforça valorização anual para 5,3%

O ranking mensal de aumento das cotações corresponde à Galp (14,7%), à Semapa (11,3%), ao BCP (5,7%), à EDP Renováveis (3,5%), à Greenvolt (3,2%), à EDP (2,1%), aos CTT (1,8%), à Mota-Engil (1,5%), à Jerónimo Martins (1%) e à Navigator (0,2%). 
Comentários