Coletes Amarelos: GNR anuncia “particular atenção” nos acessos a Lisboa e Porto

GNR anuncia pontos onde vai ter “particular atenção” em Lisboa e no Porto, sem nunca mencionar o protesto dos Coletes Amarelos.

A Guarda Nacional Republicana anunciou que, em virtude da informação que nas últimas semanas vem sendo veiculada nas redes sociais o dispositivo policial será “adaptado e empenhado” nos acessos às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, nomeadamente na A1 – Portagens de Alverca, A2 – acesso à Ponte 25 de Abril, A8 – Portagens de Loures, A12 – Ponte Vasco da Gama, A1 – Ponte da Arrábida – Porto, A28/A3/A4 – acessos à cidade do Porto, A3/A11 – acessos à cidade de Braga e A25/A17 – acessos à cidade de Aveiro.

Sem nunca mencionar o protesto do designado grupo dos Coletes Amarelos, a GNR anuncia que “encontra-se, em permanência, a monitorizar e a recolher informações, no intuito de zelar pelos direitos e garantias dos cidadãos, bem como para proporcionar a liberdade de circulação, segurança e a proteção das pessoas e bens”.

A GNR, que recorda ter em curso a operação “Comércio Seguro” e a operação “Natal Tranquilo”, realça que irá desenvolver “ações de patrulhamento intensivo de grande visibilidade que visam, por um lado, prevenir a ocorrência de ilícitos contraordenacionais e criminais e, por outro, garantir a segurança e a normal tranquilidade pública”.

Relacionadas

25 protestos em 17 cidades: onde vão estar os Coletes Amarelos esta sexta-feira?

Estes são os locais onde poderão ocorrer constrangimentos na circulação automóvel, e que são da área da responsabilidade da polícia.

Da exaltação à expectativa: O que dizem os políticos sobre a manifestação dos Coletes Amarelos?

A manifestação está agendada para esta sexta-feira. Os protestos prometem “parar Portugal”, bloqueando vários pontos do país ou cortando os principais acessos a Lisboa, como a Ponte 25 de Abril.

Coletes Amarelos exigem salário mínimo de 700 euros, menos impostos e corte nas reformas douradas

A manifestação nacional, inspirada no movimento em França, está agendada para esta sexta-feira, 21 de dezembro, e promete parar o país. Movimento dos Coletes Amarelos Portugal reúne lista de reivindicações em manifesto que pretende dar voz a insatisfeitos com problemas do país. E assegura que acções só param quando exigências forem atendidas.

Coletes Amarelos: este é o mapa das concentrações desta sexta-feira

As manifestações a decorrer no próximo dia 21 de dezembro, em vários pontos de país, serão monitorizadas pela PSP. Estes são os pontos de concentração onde vão decorrer as manifestações desta sexta-feira.
Recomendadas

Lagarde avisa que taxas de juro vão continuar a subir

Dados da inflação na zona euro em novembro vão ser conhecidos esta semana. BCE reúne-se em meados de dezembro.

Cáritas já recebe pedidos de quem não consegue pagar empréstimo da casa

“O pânico foi imediato. O receio das pessoas, a angústia com que se aproximavam de nós a dizer ‘ai, se eu perco a minha casa’. É que nós tivemos uma crise em que houve muita gente a perder a casa; é recente ainda, está na memória das pessoas – 2008”, afirmou Rita Valadas.

Expectativas de exportação na Alemanha aumentam em novembro, diz Ifo

Depois de uma queda no mês anterior, a indústria automóvel volta a ter expectativa de crescimento nas exportações.
Comentários