Coletes amarelos: PSP detém três manifestantes em Lisboa

A PSP deteve esta manhã três pessoas na zona do Marquês de Pombal, em Lisboa, que faziam parte do protesto dos “coletes amarelos”, marcado por momentos de tensão entre manifestantes e a polícia.

Tiago Petinga/Lusa

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte policial, ao mesmo tempo que a Direção Nacional da PSP informou que vai emitir uma nota sobre os acontecimentos ocorridos no Marquês de Pombal.

A concentração de cerca de dezenas “coletes amarelos” no Marquês de Pombal, em Lisboa, tem sido marcada por alguns momentos de tensão entre os manifestantes e a polícia, constatou a Lusa no local.

O número de polícias é bastante superior ao dos manifestantes, estando os agentes localizados em todos os pontos da rotunda do Marquês de Pombal, constatou a Lusa no local.

Os protestos dos “coletes amarelos” em Portugal foram convocados por vários grupos através das redes sociais, com inspiração nos movimentos contestatários das últimas semanas em França.

Um dos grupos, Movimento Coletes Amarelos Portugal, num manifesto divulgado na quarta-feira, propõe uma redução de impostos na eletricidade, com incidência nas taxas de audiovisual e emissão de dióxido de carbono, uma diminuição do IVA e do IRC para as micro e pequenas empresas, bem como o fim do imposto sobre produtos petrolíferos e redução para metade do IVA sobre combustíveis.

Não tolerando qualquer ato de violência ou vandalismo, este movimento, que se intitula como “pacífico e apartidário”, defende também o combate contra a corrupção.

A lista das manifestações dos “coletes amarelos” na área de atuação da PSP somava 25 protestos em 17 locais das principais cidades do país.

Relacionadas

PremiumColetes Amarelos ameaçam bloquear auto-estradas e fronteiras

“Coletes amarelos” prometem fechar estradas nesta sexta-feira. PSP e GNR reforçam segurança na Ponte 25 de Abril e em portagens de auto-estradas. Protestos estendem-se a Vilar Formoso. Transportadores afirmam estar “solidários” com movimento.
Recomendadas

Dia Mundial do Professor. Marcelo felicita docentes pela “competência, dedicação e entusiasmo”

Numa nota publicada na página da Presidência da República na internet, é recordado que hoje se assinala o Dia Mundial do Professor, instituído pela UNESCO para “evidenciar o papel dos professores, absolutamente essencial para o sucesso das novas gerações e no desenvolvimento das sociedades”.

5 de outubro: Marcelo pede que se faça avançar democracia com “caminho para todos”

Num discurso de onze minutos, na cerimónia comemorativa dos 112 anos da Implantação da República, na Praça do Município, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa falou dos governos que “tendem quase sempre a ver-se como eternos” e das oposições “quase sempre a exasperarem-se pela espera”, afirmando em seguida que “nada é eterno” e que “a democracia é por natureza o domínio da alternativa, própria ou alheia”.

Cleanwatts vai criar uma Comunidade de Energia Renovável em Braga

“Vamos instalar uma Central Fotovoltaica de 1,2 MWp (megawatts-pico), com mais de 2.100 painéis solares, nos telhados da Arquidiocese de Braga, que será integrada numa Comunidade de Energia Renovável”, explica Basílio Simões, fundador e presidente da Cleanwatts.
Comentários