Coligação Basta aprovada pelo Constitucional. André Ventura vai ser cabeça de lista às europeias

Depois de duas tentativas, os juízes do Palácio Ratton aprovaram a candidatura da coligação liderada por André Ventura.

À terceira foi de vez. O Tribunal Constitucional aprovou esta sexta-feira, 12 de abril, a Coligação Basta, depois dos dois chumbos anteriores.

André Ventura vai ser assim o cabeça de lista pela Coligação Basta às eleições europeias que vão ter lugar a 26 de maio. Os dois nomes anteriores – Chega e Europa Chega – tinham sido chumbados pelo Constitucional.

A informação foi avançada pelo próprio André Ventura ao Jornal Económico.

A Coligação Basta é constituída pelos partidos Chega, Partido Popular Monárquico (PPM), Movimento Democracia 21, Democracia Cristã e o Partido Cidadania.

 

Recomendadas

Brasil. ‘Bolsonaristas’ revoltados com ida à segunda volta

Na sua única declaração aos jornalistas após o resultado eleitoral, Jair Bolsonaro afirmou que venceu a “mentira” das sondagens que o colocavam apenas 36% nas intenções de voto e Lula da Silva com a possibilidade de uma vitória na primeira volta.

Jair Bolsonaro ‘elege’ oito senadores e terá a maior bancada

Ao todo, o campo político aliado ao ‘bolsonarismo’ conseguiu eleger 18 senadores.

Lula da Silva e Jair Bolsonaro disputam segunda volta das presidenciais no Brasil

Segundo os dados oficiais, Lula da Silva obteve 47,85% dos votos na primeira volta enquanto Bolsonaro teve 43,70%, quando estão contabilizadas 96,93% das secções eleitorais.
Comentários