“Comboio da Meia-Noite”: Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra propõe exposição à boleia da alta velocidade

Alunos de Mestrado de Arquitetura de Coimbra desenham o futuro. Ou melhor, idealizam uma Estação Ferroviária para a cidade, símbolo de uma nova mobilidade. O futuro talvez não esteja assim tão longe. Para ver e debater até junho.

A Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra 2022 obedece a um tema que é também uma hora, a “meia-noite”. Se na literatura se reservam lugares mágicos a esta hora do dia (noite), nesta edição da Bienal a relação que se pretende criar não é com o espaço de tempo invocado, mas sim com uma memória especialmente cara a muitos dos que habitam Coimbra. A saber, a imagem da da velha estação de Coimbra B e às longas viagens noturnas entre Portugal e o centro da Europa.

E porquê? Porque em antecipação à adaptação da ligação ferroviária Porto-Lisboa, imprescindível para a introdução da Alta Velocidade, se perspetiva uma nova lógica de mobilidade na cidade, que passará pela Estação de Coimbra num novo avatar – ainda em estudo pelas autoridades nacionais e municipais. E essa nova mobilidade vai envolver não só quem viaja, mas também todos os que vivem e habitam Coimbra.

Foi este o ponto de partida para o desafio lançado a três grupos de mestrandos pelo Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra (DARQ). Cada um imaginou uma proposta para a futura Estação Ferroviária de Coimbra, localizando-a em diferentes áreas da cidade: no local da atual Estação Coimbra B; no limite urbano do Loreto; e nos Campos do Mondego.

Os resultados deste brainstorming estão agora abertos ao debate e vão estar expostos entre maio e junho de 2022, integrados na programação da Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra, Anozero. O espaço escolhido – o Lufapo Hub, na zona do Loreto, debruçado sobre a Linha do Norte –, talvez sirva de miradouro a novos voos. Ou melhor, talvez ajude a vislumbrar um novo Comboio da Meia-Noite, agora a alta velocidade.

 

PROGRAMA

Sábado, 28 de maio de 2022, 15h00 | Inauguração – LUFAPO HUB, Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro, Rua Coronel Veiga Simão, Loreto, Coimbra

 

DEBATE PÚBLICO

“Infraestrutura e Mobilidade como Desenvolvimento”

Com: Jorge Delgado, Secretário de Estado da Mobilidade Urbana; Ana Bastos, Vereadora do Urbanismo da Câmara Municipal de Coimbra; José Reis, Professor Catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra

Quinta-feira, 2 de Junho de 2022, 18h00; Auditório do LUFAPO HUB

Recomendadas

Caleidoscópio Varda de novo em Serralves

A mulher que se fez fotógrafa, cineasta e artista plástica “aterra” em Serralves, no Porto, 13 anos depois, com a exposição “Luz e Sombra” e uma retrospetiva que reúne duas dezenas de filmes.

Livro: “Afropeu. A diáspora negra na Europa”

Da Amadora a Estocolmo, o inglês Johny Pitts, oferece ao leitor uma espécie de mapa alternativo com locais do Velho Continente onde os europeus de ascendência africana se constroem novas identidades e idiossincrasias.

Cenas do novo Velocidade Furiosa filmadas em Lamego e Castro Daire na próxima semana

O novo filme da saga vai iniciar gravações no norte do país e o concelho destaca a “oportunidade única” de colocar o concelho no palco do cinema mundial.
Comentários