Combustíveis: Natal não traz prenda, preços sobem pela quinta semana

Os preços dos combustíveis voltam a subir a partir de segunda-feira. Aumento será maior na gasolina, tanto nas cadeias de marca branca, como nas principais gasolineiras.

O custo de ambos os combustíveis volta a encarecer na próxima semana. Fontes do sector sondadas pelo Jornal Económico apontam para uma subida de preço tanto para o gasóleo como para a gasolina, o que levará os preços a renovar máximos do ano. De acordo com dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), esta é a quinta semana consecutiva de aumentos dos preços. Neste período, de 21 de novembro até hoje, o preço do litro da gasolina já subiu 7,4 cêntimos, enquanto o do gasóleo ficou 6,5 cêntimos mais caro.

“A evolução das cotações em euros aponta para uma subida dos preços dos combustíveis de 0,5 cêntimos por litro no gasóleo e de 1,5 cêntimos por litro na gasolina”, adiantou fonte do setor ao Jornal Económico. As subidas vão sentir-se tanto nas bombas das principais gasolineiras como nos postos dos hipermercados.

A contribuir para o aumento dos preços está a subida das cotações da gasolina e do gasóleo nos mercados internacionais, que acompanham o aumento do crude. A valorização do euro face à ‘nota verde’ também agrava a subida dos preços dos combustíveis para os consumidores europeus, dado que a matéria-prima é negociada em dólares.

Segundo dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), o preço médio do litro de gasolina em Portugal está actualmente nos 1,504 euros, enquanto o gasóleo vale 1,278 euros. As cotações podem no entanto variar nos postos de abastecimento, já que o preço fixado na rede tem ainda em conta o nível de concorrência, da oferta e da procura em cada mercado e o nível de custos fixos de cada posto.

De acordo com o último relatório de Bruxelas, depois de impostos, o preço médio da gasolina 95 octanas praticado em Portugal é o sexto mais caro em toda a UE. Já o gasóleo ocupa a 9ª posição entre os 28 países do espaço comunitário. Os mesmos dados mostram que a fiscalidade é o factor que mais pesa nos preços dos combustíveis em Portugal.

Os mais Económicos

Gasolina(s):

– E. Leclerc de Portalegre – 1.219€

– Intermarché de Ovar – 1.323€

– E.S. de S. Pedro da Cadeira – Torres Vedras – 1.349€

– Intermarché de Águeda – 1.349€

– Merkante combustíveis – Águeda -1.349€

Gasóleo(s):

– Intermarché de Ovar – 1.089€

– Pingo Doce de Aveiro – 1.089€

– Rede Energia de Canelas – 1.107€

– Intermarché de Porto de Mós – 1.108€

– Pingo Doce da Moita – 1.109€

Recomendadas

PRR, mesmo sem inflação, sofreria dos mesmos problemas

Execução da bazuca enfrentaria dificuldades com burocracia e mudanças na economia global, reforçando papel dos contabilistas.

Cabo Verde quer reforçar combate à pobreza com aumento de 25% da taxa turística

Governo liderado por Ulisses Correia e Silva prevê arrecadar 8,6 milhões de euros com o aumento da taxa, que serão canalizados para o fundo de financiamento Programa Mais, Mobilização pela Aceleração da Inclusão Social, concebido para apoiar projetos de combate à pobreza extrema e exclusão social, segundo a Forbes África Lusófona.

Receitas do turismo estão 14% acima das do pré-pandemia

Os resultados até agora obtidos são animadores, contudo a crescente subida dos preços traz alguma apreensão
Comentários