Comissão Europeia apoia centro no Minho

Guimarães acolhe o novo centro de investigação europeu de “excelência”, projeto que representa um investimento de cerca de 100 milhões de euros.

Comissão Europeia financia com 15 milhões de euros o novo centro de investigação de Medicina Regenerativa e Precisão, o “The Discoveries Centre”, uma candidatura coordenada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Este projeto, coordenado cientificamente por Rui Reis, atual presidente da TERMIS, Tissue Engineering and Regenerative Medicine International Society, nasceu na Universidade do Minho e resulta de uma parceria entre cinco universidades portuguesas (Porto, Aveiro, Lisboa e Nova de Lisboa e a University College London, no Reino Unido).

O “The Discoveries Centre”, segundo elucida a Universidade do Minho, em comunicado, “pretende focar-se em investigação multidisciplinar, que será traduzida em métodos inovadores a serem aplicados na prevenção e no tratamento de doenças músculo-esqueléticas, neurodegenerativas e cardiovasculares”.

A sede terá lugar no Avepark, em Guimarães, e terá ainda instalações no Porto, Aveiro, Lisboa, e um “campus” de apoio em In glaterra. Estas instalações fazem parte do Roteiro Nacional de Infraestruturas Cientificas, promovido pela FCT, denominado de TERM Research Hub.

O novo centro, “irá contribuir para o aumento da competitividade do setor da biomedicina e irá estimular, de forma geral, o emprego científico altamente qualificado e o crescimento económico a vários níveis”, acrescenta o comunicado.

Além dos 15 milhões aprovados agora pela Comissão Europeia, o projeto terá um investimento adicional de 11 milhões, assegurados pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e pela FCT. Nos próximos sete anos, está previsto um investimento total de 100 milhões, a que acrescem as verbas conseguidas pelos investigadores afetos ao centro. n

Recomendadas

Moldova mantém neutralidade mas irá fortalecer a cooperação com a NATO

A Moldova manterá a neutralidade, mas aprofundará a sua cooperação com a NATO para garantir a sua capacidade defensiva, declarou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros da Moldova, Nicu Popescu.

Espanha e Alemanha reúnem-se em cimeira pela primeira vez desde 2013

Espanha e Alemanha celebram na quarta-feira a primeira cimeira bilateral em nove anos, que coincide com um momento de sintonia entre os dois executivos em projetos como o do gasoduto para ligar a Península Ibérica à Europa central.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.
Comentários