Comissão Europeia tem 1,8 milhões para projetos inovadores que conjuguem Indústria, Tecnologia e Artes

Os nove projetos selecionados, com base de relatórios técnicos e comerciais juntamente com o programa de experiência de 16 meses terão reconhecimento financeiro no valor de 200 mil euros.

A Iniciativa Better Factory da Comissão Europeia tem 1,8 milhões de euros para projetos inovadores que conjuguem Indústria, Tecnologia e Artes, anuncia a instituição em comunicado.

“A Better Factory, iniciativa da Comissão Europeia para apoiar indústrias de pequena e média dimensão a inovar e diversificar o seu portefólio de produtos e serviços, tem 1,8 milhões de euros para premiar nove projetos inovadores”, revela a nota.

A Better Factory é uma iniciativa da Comissão Europeia financiada pelo programa Horizonte 2020, “no âmbito das iniciativas S+T+ARTS (Science+Technology+Arts) e I4MS (ICT Innovation for Manufacturing SMEs)”.

“A iniciativa junta agentes-chave do panorama europeu da Tecnologia, Artes e Inovação em torno de um ecossistema integrado de Inovação, disponibilizando uma solução estandardizada para empresas fabricantes de pequena e media dimensão inventarem e produzirem novos produtos personalizados e desenvolverem serviços”, refere a entidade.

A Better Factory promove Projetos de Transferência de Conhecimento (Knowledge Transfer Experiments) “com o objetivo de liderar a diversificação do portefólio de produtos das empresas fabricantes com o propósito de aperfeiçoar os seus modelos de negócio com produtos customizados e individualizados e uma oferta de novos serviços conexos”.

Em cada um destes projetos, um artista apoia uma PME no desenvolvimento de produtos novos e personalizados, enquanto uma empresa fornecedora de tecnologia gere a instalação de APPS e serviços adicionais desenvolvidos, explica a instituição.

“No prazo para as candidaturas individuais e de expressão de interesse que termina a 25 de junho, a iniciativa pretende identificar empresas fabricantes, artistas e fornecedores de tecnologia para conjugar em consórcios para os nove Projetos de Transferência de Conhecimento”, lê-se no comunicado.

As candidaturas apresentadas até 25 de junho beneficiam do apoio do consórcio Better Factory na formação de parcerias e consórcios entre Artistas, Empresas fabricantes e Empresas fornecedoras de tecnologia.

A 1 de setembro será aberto o portal para submissão de propostas para os Projetos de Transferência de Conhecimento, promovidos pelos consórcios formados nesta 1ª etapa ou outros que vejam a surgir, tendo como data-limite o dia 15 de novembro para submissão das candidaturas.

Os nove projetos selecionados, com base de relatórios técnicos e comerciais juntamente com o programa de experiência de 16 meses terão reconhecimento financeiro no valor de 200 mil euros.

Com a coordenação da finlandesa VTT, a Better Factory é promovida pelo consórcio que integra a consultora de inovação portuguesa INOVA+ entre 28 parceiros de 18 países europeus.

Recomendadas

Afinal, que soluções existem para as empresas?

O Banco Português de Fomento lançou no início do ano os dois primeiros programas para apoiar a solvabilidade do tecido empresarial português. A banca está focada em aconselhar e montar as operações.

Presidente da Ryanair antecipa subida de preços nas ‘low-cost’

Michael O’Leary diz que o preço médio por bilhete deverá subir entre 10 a 20 euros nas viagens low-cost, que estão a tornar-se, segundo o mesmo, “demasiado baratas”.

Candidaturas selecionadas para o Consolidar conhecidas em julho

Os programas Recapitalização Estratégica e Consolidar têm gerado grande interesse, diz a presidente da comissão executiva do Banco Português de Fomento, Beatriz Freitas, ao Jornal Económico.
Comentários