Como vão as PME encarar o futuro do comércio digital? Assista agora

A transição digital acelera a um ritmo sem precedentes e as PME, que compõem a maioria do tecido empresarial nacional, encaram o desafio da digitalização dos seus negócios. Saiba tudo esta tarde, em direto, às 17h00.

Impulsionada pela pandemia, ou não, uma das poucas certezas partilhadas pelas organizações é de que os processos de transição digital não vão abrandar. O contexto pandémico obrigou grande parte do comércio a apostar na sua presença online e a tendência será esta mesmo.

Como irão as Pequenas e Médias Empresas (PME) encarar o futuro do comércio digital e melhorar o seu posicionamento, processos e redes de pagamento? Que desafios encontrarão as mesmas ao tentar acompanhar um ritmo que até aqui era exclusivo dos grandes operadores? Que soluções existem para a digitalização do comércio e dos pagamentos das PME? São questões às quais vamos responder na JE editors Talks dinamizada em parceria com a Visa.

Esta iniciativa conta com a participação de Paula Antunes da Costa, Country Manager da Visa, Ana Borges, Responsável de E-commerce e UX da FNAC Portugal, Gaspar d’Orey, CEO do DOTT e ainda Paulo Vila Luz, Vice-Presidente da ACEPI.

Poderá assistir a esta conversa em direto esta tarde, 10 de maio, às 17h00, na JE TV, no Facebook e no YouTube do Jornal Económico.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Visa.

Recomendadas

A Mobilidade elétrica acelera a descarbonização das empresas

Na sua definição mais simples, descarbonizar significa “tirar carbono a”. E no caso da energia, significa que cada vez mais, queremos trocar as energias fósseis, que emitem gases de efeito estufa, por mais energias verdes, renováveis.

Euribor em máximos de uma década

O que pode fazer para cobrir a subida dos juros do seu empréstimo à habitação?

Mobilidade Sustentável: conheça a aposta da Schindler

Com a missão de ser cada vez mais sustentável, a Schindler estabeleceu para o ano de 2030 uma redução de 50% nas emissões de gases com efeito de estufa das suas atividades, com base nos dados de 2020.
Comentários