Comprar casa está mais caro em 17 capitais de distrito no terceiro trimestre

Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro comprar casa, a custar 5.002 euros por metro quadrado e nos segundo e terceiro lugares estão o Porto (3.133 euros/m2) e o Funchal (2.552 euros/m2).

DR

O idealista revelou um estudo onde dá nota que comprar casa está mais caro em 17 capitais de distrito no terceiro trimestre. Lisboa continua a ser a cidade mais cara para comprar casa.

Segundo o índice de preços do idealista, “comprar casa tinha um custo de 2.388 euros por metro quadrado (euros/m2) no final do mês de setembro deste ano, tendo em conta o valor mediano”. No entanto, este não é um cenário visível em todo o território português, dado que as casas ficaram mais caras em 17 capitais de distrito, entre julho e setembro.

Entre as 17 capitais onde as casas ficaram mais caras estão Évora (13,1%), Guarda (9,1%) e Faro (7,8%) a liderarem a lista. Seguem-se Beja (7,7%), Santarém (7,6%), Funchal (7%), Aveiro (6,7%), Setúbal (6,4%), Ponta Delgada (6,3%), Leiria (6,2%), Castelo Branco (5,8%), Braga (4,8%), Coimbra (4,7%), Portalegre (3,7%), Porto (2,3%), Bragança (0,6%) e Viana do Castelo (0,3%). Por outro lado, os preços desceram em Vila Real para menos 2,9% e Viseu assistiu a uma redução de 0,1%.

Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro comprar casa, a custar 5.002 euros por metro quadrado e nos segundo e terceiro lugares estão o Porto (3.133 euros/m2) e o Funchal (2.552 euros/m2). Depois, o idealista aponta que nesta lista surge Faro (2.493 euros/m2), Aveiro (2.423 euros/m2), Setúbal (2.090 euros/m2), Évora (1.933 euros/m2), Coimbra (1.656 euros/m2).

Por sua vez, as cidades mais económicas são Portalegre (652 euros/m2), Castelo Branco (789 euros/m2), Guarda (795 euros/m2), Bragança (808 euros/m2), Beja (884 euros/m2) e Santarém (945 euros/m2).

O idealista indica também que “as maiores subidas de preços tiveram lugar na ilha de São Jorge (22,6%), Vila Real (8,6%), Beja (7,4%), ilha da Madeira (6,9%), ilha Terceira (6,6%)”. Já nas descidas com maior destaque ao nível de preços está a ilha de Santa Maria com menos 2,2%, Lisboa com menos 1% e ilha do Pico com menos 0,4%.

Recomendadas

António Costa: Ambiente+Simples ajuda investimento nas renováveis

O primeiro-ministro afirmou que a desburocratização e a digitalização da administração pública é fundamental para reduzir custos e facilitar o investimento nas renováveis.

Presidente do Peru detido após ser destituído e acusado de golpe de Estado

Pedro Castillo foi detido e está na sede da polícia de Lima, depois de ter sido destituído pelo Congresso, acusado de tentar executar um golpe de Estado ao anunciar a sua dissolução.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários