Compras online crescem mais de 36% em 2021 e atingem os 10 mil milhões de euros

As compras online de bens e serviços no ano passado valeram 10 mil milhões de euros, um crescimento de mais de 36% face a 2020. Os resultados do ‘CTT e-Commerce Report’ notam que cerca de cinco milhões de portugueses realizaram compras online em 2021.

As compras online de bens e serviços em 2021 chegaram aos 10 mil milhões de euros, um crescimento de 36,2% face a 2020, no total do mercado e-Commerce B2C, aponta um relatório dos CTT divulgado esta quarta-feira. O ‘CTT e-Commerce Report’ estima que “cerca de cinco milhões de portugueses adultos realizaram compras online em 2021, mais meio milhão do que em 2020”, tendo diminuído o gap de adesão das compras online dos consumidores portugueses face aos países mais desenvolvidos da Europa.

Sobre esta tendência, o relatório observa uma mudança no paradigma de investimento das empresas, que “têm vindo a apostar cada vez mais no online, desviando os seus investimentos publicitários”.

As conclusões foram apresentadas esta quarta-feira na conferência CTT e-Commerce Day, que passa em revista as principais tendências do sector.

O rápido crescimento do e-Commerce nos últimos anos, com a pandemia a funcionar como acelerador, “gerou um enorme desafio para as marcas, que repensaram toda a sua estratégia online”, sublinha o relatório.

Se antes a generalidade dos portugueses optava por comprar em grandes superfícies comerciais, o hábito de comprar online tem-se enraizado no consumidor, explicam os CTT.

Assiste-se, assim, a um “repensar de estratégia dos retalhistas”, que passam a encarar a sua presença digital como a principal montra das marcas.

Apesar de uma forte incidência nos grupos etários entre os 18 e 44 anos, diz o relatório, “a maioria dos novos aderentes pertencem a faixas etárias mais altas, o que coloca um novo desafio às marcas: como captar o cliente mais sénior, que assumirá um papel cada vez importante no futuro”.

73% dos consumidores faz pelo menos uma compra online por mês

“Em média, os e-buyers fizeram 20,6 compras online de produtos físicos. 73% dos compradores online fazem, pelo menos uma compra por mês, e 13% compram online todas as semanas. Com um valor médio de 54,50 euros, estimamos o valor gasto por e-buyer de 1120 euros, que representa um crescimento de 12,6% em relação a 2020″, enumera o mesmo documento.

“A conveniência continua a ser dominante na opção pela compra online, nomeadamente a facilidade de compra (68,2%) e possibilidade de comprar a qualquer hora (61,4%). A encurtar distâncias surgem de seguida razões relacionadas com o preço: existência de promoções (60%) e preço online mais baixo (55,8%)”, lê-se.

A categoria mais procurada pelos portugues é o Vestuário e Calçado (73%). De seguida na tabela, surgem as categorias Equipamentos Eletrónicos e Informáticos, Livros e Filmes e Higiene e Cosmética.

Os CTT estimam que “existirá uma diversificação de plataformas de acesso aos compradores online, com o aumento de utilização de Marketplaces e da utilização de Apps para disponibilizar venda online em mobilidade”, em linha com a “capitalização das redes sociais nas funcionalidades emergentes de live selling”.

Praticamente metade dos e-sellers inquiridos (48,6%) perspetivam “um incremento das vendas online no próximo ano. Apenas 15,7% perspetivam diminuição das vendas online”, nota o relatório.

As estimativas para 2022 apontam para “uma ligeira subida do total do valor das compras online, alicerçado sobretudo pela venda de serviços”, com um ajustamento em baixa na venda do consumo de produtos, devido à reabertura sem limitações dos espaços físicos.

Recomendadas

Ligações ferroviárias de Lisboa a Corunha e Madrid entre projetos apoiados pela UE

O executivo comunitário anunciou hoje que escolheu 10 projetos-piloto que apoiará para estabelecer novos serviços ferroviários ou melhorar os já existentes, apontando que, no seu conjunto, “irão melhorar as ligações ferroviárias transfronteiriças em toda a União Europeia, tornando-as mais rápidas, mais frequentes e mais acessíveis”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

“Temos o melhor pipeline de sempre em oportunidades de negócio”, salienta CEO da Webhelp Portugal

O crescimento desta empresa que proporciona serviços de apoio ao cliente, permite aumentar o investimento e criar ainda mais postos de trabalho, de acordo com Carlos Moreira, o administrador da Webhelp em Portugal, no podcast “JE Entrevista”.
Comentários