Condicionamento do Aeroporto da Madeira diverge voo para Canárias

Nesta altura dois voos estão à espera para aterrar no Aeroporto da Madeira. Dois voos da easyJet sofreram alterações nos horários de chegada à Região mas não estão relacionados com as condições climatéricas.

O condicionamento que está a existir no Aeroporto da Madeira levou a que um voo da Transvia vindo de Amesterdão fosse desviado para Canárias. Nesta altura dois aviões encontram-se em espera com o intuito de encontrar forma de aterrar na infraestrutura.

A plataforma do Aeroporto da Madeira refere que dois voos da easyJet estão a ser remarcados para horários mais tardios. Um avião que estava previsto chegar de Lisboa às 08h50 passou para as 13h15 e outro com destino de Bristol sofreu uma ligeira alteração das 10h45 para as 11h25.

Estes reagendamentos destes voos da easyJet sabe o Económico Madeira não estão relacionados com as condições climatéricas que já afetaram alguns voos no Aeroporto da Madeira.

Apesar de alguns voos estarem a ser afetados pelas condições climatéricas no Aeroporto da Madeira já existiram desde as 08.40 duas partidas. Uma foi de um voo com destino a Lisboa, da Tap, e outro voo com destino ao Porto Santo da Aerovip.

Recomendadas

Madeira aprova 74 contratos-programa de desenvolvimento desportivo no valor de quatro milhões de euros

Foi autorizada ainda a celebração de um acordo de cooperação entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e a Associação Santana Cidade Solidária, de 21,4 mil euros, relativo ao financiamento das respostas sociais loja social e atendimento e acompanhamento social.

Câmara da Ponta do Sol conclui intervenção na escarpa da Madalena do Mar

A intervenção teve como objetivo a retirada controlada de blocos de pedra de grandes dimensões.

Governo da Madeira apresenta proposta para apoio a fundo perdido no crédito à habitação

A proposta tem por objetivo aumentar o rendimento disponível das famílias e com isso diminuir o efeito provocado pela subida das taxas de juro do BCE, e também o aumento da inflação. O limite máximo de apoio previsto é de 200 euros por mês.
Comentários