Confiança empresarial sobe na Alemanha para 106,8 pontos em fevereiro

O índice de confiança empresarial subiu em fevereiro na Alemanha pelo quarto mês consecutivo, situando-se nos 106,8 pontos com as empresas a melhorarem as expetativas para os próximos seis meses, avançou hoje o Instituto de Investigação alemão (Ifo). Este indicador que mede o nível das expetativas dos empresários alemães para os próximos seis meses, e […]

O índice de confiança empresarial subiu em fevereiro na Alemanha pelo quarto mês consecutivo, situando-se nos 106,8 pontos com as empresas a melhorarem as expetativas para os próximos seis meses, avançou hoje o Instituto de Investigação alemão (Ifo).

Este indicador que mede o nível das expetativas dos empresários alemães para os próximos seis meses, e não o que pensam sobre a situação atual, fixou-se em 106,7 pontos em janeiro, refere em comunicado.

O presidente do Instituto de Investigação Económica germânico Ifo, Hans-Werner Sinn, referiu que “a economia alemã permanece robusta, apesar da atual situação de incerteza geopolítica”.

“A satisfação com a atual situação empresarial caiu ligeiramente, mas as empresas expressaram uma confiança maior na evolução futura do negócio”, concluiu o responsável do Ifo.

OJE/Lusa

Recomendadas

Medida do IVA 0% nos bens essenciais, em destaque nos jornais espanhóis

O “El País” nota que as notícias do fim do IVA em produtos básicos e aumento do salário dos trabalhadores da Função Pública chegaram no mesmo dia em que o INE confirmou que o défice se situou em 0,4% do PIB.

Crise da Inflação: Subida na isenção de IRS no subsídio de refeição dá alívio fiscal de 132 milhões de euros no privado

A subida do subsídio de refeição da função pública para seis euros, a partir de abril, vai fazer avançar para este valor a isenção de IRS deste tipo de subsídio pago em dinheiro.

Crise da Inflação: Presidente do Governo dos Açores diz que medidas não devem “excluir” a região

O presidente do Governo açoriano referiu que tem vindo a alertar para esta necessidade nas reuniões do Conselho de Estado e no diálogo que mantém com o primeiro-ministro, António Costa.