Confirmados: Pixies no festival Alive 2016

Está confirmado. A banda de culto de indie rock Pixies tem passagem garantida por Portugal, dia 7 de julho, no NOS Alive.


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

A banda celebra 30 anos de carreira em 2016 e irá subir ao Palco NOS com cinco discos de originais na bagagem e temas de sucesso como “Here Comes Your Man”, “Debaser”, “Were is my mind” ou “Hey”, avança a organização em comunicado.

Os Pixies formaram-se em 1986 e em 1988 deram-se a conhecer ao mundo com o lançamento do álbum de estreia “Surfer Rosa”. A banda é conhecida por ter influenciado nomes como Nirvana, Radiohead ou The Strokes, tendo sido uma peça fulcral para a popularização do indie nos anos 90 até aos dias de hoje.

[Ver vídeo]

A 10ª edição do NOS Alive regressa ao Passeio Marítimo de Algés, a 7, 8 e 9 de julho. O NOS Alive’16 ficou marcado como uma das edições mais bem sucedidas de sempre. O festival recebeu ao longo dos três dias 155 mil espectadores, tendo esgotado pela quinta vez os passes de três dias e o bilhete diário para um dos dias, situação única no panorama dos festivais em Portugal.

O cartaz já conta com a confirmação de outros como Father John Misty, José González, M83. 

O preço dos bilhetes para o Festival começa nos 56,00 euros (bilhete diário).

OJE

Recomendadas
Capa_Livro_Zero_to_One_Weekend_960_600

Não há nenhuma razão para que o futuro só aconteça em Silicon Valley

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Projeto “Ponte nas ondas” integra Boas Práticas de Património Imaterial da UNESCO

O projeto luso-galaico “Ponte nas Ondas” foi hoje reconhecido pela UNESCO, em Rabat, Marrocos, passando a integrar o Registo de Boas Práticas de Salvaguarda de Património Cultural Imaterial daquela organização internacional, tornando-se na primeira candidatura portuguesa da lista.

“Odisseia Nacional” do D. Maria II, um teatro em périplo pelo continente e ilhas

Durante 2023, o Teatro Nacional D. Maria II vai desenvolver um programa extramuros e levar a todas as regiões de Portugal continental e ilhas um vasto leque de iniciativas. Envolver públicos e comunidades na descentralização da cultura é um dos objetivos desta “Odisseia”, com início marcado para janeiro.