Conflitos laborais penalizam investidores estrangeiros

Tensão crescente entre as administrações e os sindicatos está a afetar a atividade da Somincor ou da Autoeuropa.

Luis Viegas

Além da TAP, que tem como acionistas de referência o empresário norte-americano David Neeleman e a companhia de aviação chinesa Hainan, o ambiente de conflito laboral está a afetar outras empresas portuguesas de referência que dependem exclusivamente do IDE – Investimento Direto Estrangeiro.

Um desses casos é a Somincor. A empresa exploradora de zinco e cobre nas terras alentejanas de Neves-Corvo é detida pelo grupo canadiano Lundin Mining. Está há vários meses sujeita a paralisações do trabalho por parte do sindicato dos mineiros.

Outro farol do investimento estrangeiro em Portugal é a Autoeuropa, construtora automóvel do Grupo Volkswagen, que contribui de forma decisiva para a formação do PIB – Produto Interno Bruto nacional. A fábrica de Palmela dava a sensação de ir ganhar uma nova pujança, uma nova vida, com a decisão da sede do grupo germânico de produzir em Portugal um novo modelo automóvel, o ‘T-Roc’.

Para o efeito, foram contratados centenas de trabalhadores, mas o acordo a que a administração da Autoeuropa chegou com a comissão de trabalhadores foi chumbado uma vez pelos sindicatos, levando à demissão dos responsáveis da comissão de trabalhadores.

Após vários meses de impasse, o novo acordo trabalhado pela nova comissão de trabalhadores com a administração da Autoeuropa foi também chumbado, há pouco mais de uma semana.

O impasse mantém-se, a solução não se avizinha e crescem os riscos de o Grupo Volkswagen optar por uma outra unidade fabril no estrangeiro para produzir este modelo automóvel, uma medida que, a concretizar-se, seria uma forte machadada na economia nacional.

Recomendadas

Liderança do Mecanismo Europeu de Estabilidade assegurada temporariamente por interino

A liderança do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) será assumida internamente pelo até agora diretor executivo adjunto, Christophe Frankel, até final do ano ou até ser possível encontrar um substituto que reúna aprovação dos ministros da zona euro.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

BdP aponta a crescimento de 6,7% e inflação de 7,8% este ano

As atualizações de outubro das projeções macro do banco central mostram revisões em alta em relação aos 6,3% de crescimento e 5,9% de inflação projetados em junho, com o consumo privado e o turismo a apoiarem a recuperação.
Comentários