Conheça as 10 melhores cidades para investir em imobiliário

O co-diretor de investimento em imobiliário da Schroders, Tom Walker, definiu o índice global de cidades sobre onde é mais vantajoso investir em imobiliário. Entre as 10 primeiras, cinco são cidades norte-americanas, enquanto Londres mantém a posição.

Os EUA dominam o índice de investimento em imobiliário, com 18 cidades nos 30 primeiros lugares e quatro no top cinco. A cidade que lidera o ranking este ano, subiu da sexta posição no ano passado, enquanto Boston foi das cidades que mais escalou. Os critérios para definir cada posição incluem potencial de crescimento, densidade populacional, infraestruturas, qualificações e rendimentos dos trabalhadores, bem como qualidade das universidades.

Veja aqui as 10 melhores cidades para investir em imobiliário, segundo a avaliação do co-diretor de investimento em imobiliário da Schroders, Tom Walker:

Relacionadas

Londres recebe imobiliário de luxo português

300 milhões de euros de projetos portugueses vão estar na 1ª Feira de Investimento Imobiliário e no Turismo que vai decorrer em Londres.

Imobiliário: regressam os novos e grandes empreendimentos

Depois da ‘tempestade vem a bonaça’ assim diz o ditado popular e que no setor do imobiliário parece efetivamente fazer sentido neste momento. A reabilitação urbana está ao rubro sobretudo, em determinadas zonas das cidades de Lisboa e do Porto. Mesmo que sejam projetos para determinados nichos, nomeadamente para os investidores de segmento alto e […]
Recomendadas

Conheça algumas dicas para tornar a sua casa mais confortável no próximo inverno

Com o aproximar do inverno e em contexto de crise energética, torna-se ainda mais relevante aumentar a eficiência energética no interior das habitações. A plataforma online Taskrabbit dá a conhecer algumas dicas.

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Se é consumidor idoso, saiba como pode proteger-se de possíveis fraudes ou vendas agressivas

A DECO considera importante que o consumidor idoso se dote de toda a informação disponível, de forma a proteger-se e prevenir-se face a estas eventuais fraudes, das quais destacamos as armadilhas como a usurpação dos dados pessoais e o uso e “abuso” da assinatura. 
Comentários